Marcelo Penha promete punir responsáveis por tumulto e tiros no Flu

JB Online

RIO - O assessor da presidência do Fluminense, Marcelo Penha, disse que o clube tomará todas as medidas para punir os envolvidos no tumulto causado no treino de terça-feira nas Laranjeiras, onde houve agressão ao volate e Diguinho e dois tiros foram disparados. Penha promete, inclusive, punir o segurança responsável pelos disparos.

- Tomaremos todas as atitudes pertinentes para identificar e punir as pessoas que cometeram esses atos de vandalismo. Já conversamos com os funcionários para fazer uma apuração interna. Nenhum funcionário do Fluminense trabalha armado. Vamos apurar se houve realmente tiro e, se necessário, puniremos o culpado - disse Marcelo Penha.

O assessor da presidência disse ainda que a segurança será reforçada em todas as entradas do clube e os treinos continuarão sendo realizados no gramado das Laranjeiras.

- Temos consciência que a grande torcida do Fluminense não ficou satisfeita com os últimos resultados e entendemos isso, mas não aceitamos em hipótese nenhuma os atos de vandalismo que foram praticados nas Laranjeiras. É inaceitável os jogadores serem agredidos por vândalos, ainda mais no seu ambiente de trabalho. Tomaremos todas as atitudes para garantir a integridade física dos nossos atletas - comentou.

Uma das medidas será barrar a entrada de torcedores pela Rua Pinheiro Machado, local onde os não sócios podem assistir aos treinos nas arquibancadas das Laranjeiras. Somente os associados do clube poderão entrar no estádio pela rua Álvaro Chaves.

- Vamos ter uma fiscalização rigorosa a partir desta quarta-feira. Temos um grande respeito ao torcedor e eles poderão entrar para comprar na loja e almoçar. Proibiremos a entrada pela rua Pinheiro Machado. Nas sociais só será permitida a entrada dos sócios - completou.