Dividido sobre Petkovic, Flamengo corre para escalar Adriano

Portal Terra

RIO - A cúpula do Flamengo continua dividida em relação ao retorno do meia sérvio Petkovic, de 36 anos. A ala liderada pelo presidente em exercício Delair Dumbrosck defende o retorno do jogador para pagar uma dívida trabalhista com o jogador calculada em R$ 18 milhões.

Já a ala capitaneada pelo vice-presidente de futebol Kléber Leite é contra a volta do meia e tem o apoio da comissão técnica. O jogador aguarda uma definição em silêncio. O caso deve ser resolvido até o fim desta semana.

Enquanto isso, o técnico Cuca prepara o time para o jogo de domingo contra o Atlético-PR, no Maracanã. O lateral Leonardo Moura e o atacante Emerson treinaram normalmente nessa quarta-feira e estão liberados para a partida. Eles não atuaram na vitória sobre o Santo André por 2 a 1.

O atacante Adriano fez um forte trabalho físico nesta quarta-feira e o técnico Cuca ainda não anunciou se o jogador começa no banco ou na equipe titular na partida de domingo. Diretoria e comissão técnica pressionam para que o jogador comece jogando para aumentar o apelo da partida. Cuca ficou de definir a situação de Adriano até sexta-feira.