Adriano vai usar a camisa 31 na estréia pelo Fla domingo

Janir Júnior, Portal Terra

RIO - Ao mesmo tempo em que Cuca mantém o discurso cauteloso sobre a estréia de Adriano, domingo, contra o Atlético-PR, no Maracanã, dirigentes já vivem a expectativa de público superior a 50 mil. A volta do atacante ao clube rubro-negro também poderá servir como jogada de marketing.

Caso a negociação em curso se concretize até o fim da semana, a tendência é que Adriano utilize o número 31, em alusão à empresa de telefonia Oi, que está perto de fechar com o Flamengo para estampar sua marca na manga pelo valor de R$ 4,5 milhões. A peça será leiloada depois da partida e, durante o mês de junho, a torcida escolherá, pela Internet, se o atacante usará a 9 ou 10.

"Temos alternativas e dependemos do acerto com patrocinadores, o que deve acontecer até o fim da semana. Recebemos uma proposta muito valiosa e o Adriano poderá usar número alusivo à empresa", disse o vice-presidente de marketing, Ricardo Hinrichsen, sem mencionar a Oi, confirmada por outros dirigentes rubro-negros. Coincidentemente, o 31 também lembra o número de títulos estaduais.

Os 68.269 ingressos para o jogo contra o Atlético-PR começam a ser vendidos nesta quarta-feira. "Esperamos público acima de 50 mil. Temos o grande apelo do Adriano. Além disso, o time vem de vitória", afirmou Flávio Pereira, diretor de arrecadação do clube.

Na última terça-feira pela manhã, Adriano correu na companhia de Leonardo Moura. O jogador não esconde de ninguém a vontade de estrear domingo.

Cuca, porém, mantém a cautela. "Meu otimismo aumenta a cada dia, mas temos que ter calma. Não vou me comprometer e depois não cumprir. Até sexta-feira, vamos saber se ele começa como titular, entra durante o jogo... Quero ouvir dele: 'estou bem, está na minha hora'", afirmou o técnico.

Assim como outros departamentos do clube, Cuca já sabe como tirar proveito da presença de Adriano. "Ele precisa de nós e nós dele. Temos jogadas de linha de fundo e tabelas pelo meio. Adriano será fundamental na finalização. Ele vai encaixar bem", finalizou Cuca.

Morais

Apesar do interesse do Flamengo e especulação quanto ao acerto, o empresário Fabiano Farah e o presidente do Vasco, Roberto Dinamite, negaram a negociação com Morais. O meia deve ficar no Corinthians até dezembro.

Petkovic

Dirigentes rubro-negros já admitem que o acerto com Petkovic pode não acontecer devido à discordância em cláusulas do contrato apresentados pelo advogado do sérvio. O meia corre sério risco de não ir para a Gávea