Cuca não confirma Adriano e cogita lançar Aleílson e Arthuro em breve

Julio Calmon, Jornal do Brasil

RIO - A expectativa para a estreia de Adriano é cada vez maior na Gávea. Dirigentes e comissão técnica, no entanto, ainda não têm a resposta que o torcedor do Flamengo tanto quer ouvir. Nesta terça-feira, Cuca procurou de todas as formas não dar pistas se o Imperador entrará em campo ou não no domingo, às 16h, contra o Atlético Paranaense, no Maracanã.

Não adianta hoje eu anunciar a escalação sem saber a evolução do jogador durante a semana. A gente também precisa ouvi-lo antes de tomar alguma decisão. Quem sabe na quinta ou sexta-feria já teremos uma posição? disse o técnico.

Cuca, na verdade, tem problemas maiores. Ele anda preocupado com a renovação do elenco rubro-negro tarefa atribuída a ele pelo vice-presidente de futebol Kleber Leite, na semana passada. Com o empréstimo de Obina e as prováveis saídas de Josiel e Ibson, que têm seus contratos terminando no dia 30 de junho, o treinador poderá ficar sem opções para montar o time na parte ofensiva. Mesmo com a estreia de Adriano, a situação não é confortável. Por isso, ele já até cogita lançar os desconhecidos atacantes Aleílson e Arthuro em breve. O primeiro veio do Águia de Marabá e o segundo, do futebol russo.

Aleílson está fazendo um trabalho de pré-temporada para ser aproveitado brevemente. Sobre Arthuro ainda tenho algumas dúvidas porque veio do exterior e não sabemos quando poderá jogar. Mas estão nos planos disse o técnico Cuca, confirmando que o Flamengo tentará contratar Ibson em definitivo. O clube vai tentar de todas as formas mantê-lo aqui. É uma junção perfeita. Ele gosta muito do Flamengo e quer ficar. Vamos ver se a negociação dará certo.

O diretor de futebol Plínio Serpa Pinto está em viagem de férias pela Europa. Na semana que vem, ele deve ir até Portugal para negociar com os dirigentes do Porto, que estão pedindo 4 milhões de euros para negociar o meia Ibson em definitivo.

Nesta terça-feira, o jogador foi liberado do treino da manhã para resolver problemas particulares. À tarde, só fez um trabalho na sala de musculação. Outro liberado foi o meia chileno Fierro, que está em Santiago acompanhando uma cirurgia da mulher.

Nesta quarta, o técnico Cuca deve ter dois problemas a menos. Emerson e Leonardo Moura estão liberados para treinar com bola.

Obina

No primeiro dia sem Obina no elenco, houve quem sentisse falta da companhia do atacante, que ainda não marcou gol neste ano. Ronaldo Angelim admitiu a tristeza pela ida do amigo ao Palmeiras.

É estranho. Ele é meu amigo. O primeiro que eu fiz desde que cheguei aqui. Mas ele está indo para outro grande clube e torcerei muito por ele comentou Ronaldo Angelim, torcendo também pela volta de Obina. Tomara que ele volte a jogar pelo Flamengo e que faça gols.

Outros dois jogadores que deixaram a Gávea foram o lateral-esquerdo Egídio e o atacante Paulo Sérgio, ambos emprestados para o Figueirense até o fim do ano.