Presidente do Fla pede a governador ajuda para tirar supremacia de SP

Julio Calmon, JB Online

RIO - Durante a homenagem feita no pelo governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho, com a entrega de uma placa ao Flamengo pela conquista do tricampeonato carioca, o presidente em exercício do clube rubro-negro Delair Dumbrosck pediu ajuda ao Governo para que o estado volte a ter um campeão brasileiro.

- São Paulo não pode mandar no futebol brasileiro como está mandando. O Rio tem que reagir. Temos que contar com o apoio de todos - disse o presidente.

- Acho que três mil sócios não podem decidir o futuro do Flamengo, que tem a maior torcida do Brasil. É importante que se tenha uma estrutura política profissional. Se o São Paulo não é o modelo ideal, é sem dúvida o mais próximo - respondeu Sérgio Cabral. - Os clubes não se prepararam para os dias de hoje. Tem que descentralizar o poder e profissionalizar os clubes.

Durante a solenidade também houve momentos de descontração. Vascaíno assumido, o governador recebeu uma camisa do Flamengo das mãos de Delair Drumbosck, que brincou.

- Sei que você é sócio proprietário do Flamengo, agora tem que mudar sua camisa de cor - disse o dirigente.

Sérgio Cabral recebeu o presente e brincou com o vice-governador e botafoguense Luiz Fernando Pezão.

- Eu e o Pezão somos especialistas em vices-campeonatos. Eu sou mais antigo, ele está conhecendo como é - disse o governador, que cometeu uma gafe ao se referir a Zagallo como pentacampeão mundial (Zagallo participou de quatro conquistas de Copa do Mundo).