Goiás faz a virada, mas permite empate do Náutico

Portal Terra

GOINIA (GO) - Em jogo movimentado, o Goiás empatou com o Náutico no Serra Dourada por 3 a 3 na estréia do Campeonato Brasileiro. A equipe da casa foi melhor em boa parte da partida, mas os pernambucanos souberam aproveitar as chances que tiveram e igualaram o placar mesmo com uma derrota temporária por 3 a 1. O empate marcou a 250ª partida de Hélio dos Anjos no comando do Goiás.

Mesmo sendo superior durante o primeiro tempo inteiro, o Goiás começou a partida com um susto. Asprilla subiu mais que a defesa do time da casa depois de escanteio e abriu o placar. A equipe alviverde não sentiu o golpe e seguiu atacando.

Aos 8min, Júlio César bateu de longe e levou perigo ao gol de Eduardo. Sete minutos depois, Iarley bateu de primeira depois de cruzamento de Felipe e acerta a rede pelo lado de fora.

A pressão tornou-se gol aos 25min, quando Felipe bate forte após passe de Ramalho e empatou o jogo. O Náutico sentiu a força do Goiás e passou a fazer faltas. Aos 39min, Júlio César chutou firme depois de tabela com Fábio Bahia e virou o jogo.

O Goiás continuou soberano no segundo tempo e precisou de apenas nove minutos para fazer o terceiro gol. Felipe bateu cruzado, encobriu o goleiro Eduardo e fez um lindo gol. O Náutico teve chance de aproximar-se da equipe da casa no placar no minuto seguinte, com Carlinhos Bala, que, em grande jogada individual, driblou Harlei e viu Gomes salvar o time alviverde.

Quando teve nova chance de marcar, Carlinhos Bala não desperdiçou. O meia-atacante bateu perfeitamente cobrança de falta em frente ao gol e descontou para os visitantes, aos 16min. Os goianos por pouco não fizeram o quarto aos 25min, com Amaral, que invadiu a área e bateu cruzado.

Sentindo o risco de pereder a vitória, o Goiás passou a esfriar o jogo tocando a bola, enquanto o Náutico tentava o gol de empate. Os pernambucanos conseguiram seu terceiro gol aos 38min, com Gilmar, que bateu com estilo após bela jogada individual e deu números finais à partida.

Ficha Técnica

Gols

Goiás: Felipe, aos 25min do primeiro tempo e aos 9min do segundo tempo, e Júlio César, aos 39min da etapa inicial.

Náutico: Asprilla, aos 7min do primeiro tempo, Carlinhos Bala, aos 16min, e Gilmar, aos 38min.

Lance polêmico

Felipe recebeu bola na mesma linha da defesa do Náutico, aos 5min do segundo tempo, mas a arbitragem viu impedimento. Ponto Forte do Goiás

Criação de jogadas com os atacantes

Ponto Fraco do Goiás

Ala esquerda com Zé Carlos não criou o que poderia

Ponto Forte do Náutico

Bola parada com Carlinhos Bala

Ponto Fraco do Náutico

Ataque pouco operante

Personagem do jogo

Carlinhos Bala, que liderou a reação do Náutico

Esquema Tático Goiás

3-5-2

Harlei; Gomes, Leandro Euzébio e Rafael Tolói; Fábio Bahia, Everton (Felipe Menezes), Ramalho, Júlio César e Zé Carlos (Amaral); Felipe e Iarley; Técnico: Hélio dos Anjos

Esquema Tático Flamengo

4-4-2

Eduardo; Sidny (Dimba), Gladstone, Vágner Silva e Asprilla (Wellington); Galiardo, Derley, Jhony e Carlinhos Bala; Gilmar e Anderson Lessa (Adriano Magrão); Técnico: Waldemar Lemos

Cartões Amarelos

Goiás: Gomes, Rafael Tolói, Felipe e Amaral

Náutico: Asprilla e Galiardo

Árbitro

Jaílson Macedo Freitas (BA)