Botafogo busca empate com o Santo André: 1 a 1

Portal Terra

DA REDAÇÃO - O Botafogo teve de insistir para sair com um ponto na estréia do Campeonato Brasileiro. Depois de sair atrás no placar e perder uma série de gols, o time carioca buscou o empate por 1 a 1 com o Santo André, no Bruno José Daniel, com um gol nos minutos finais. O resultado na estréia deixa as duas equipes com um ponto na competição.

O Santo André marcou seu retorno à Série A depois de 25 anos com um time bem montado. Sempre insistindo pelo alto, o time do ABC paulista começou a incomodar criando chances de gol. Aos 30min, Nunes recebeu na entrada da área, deu um corte em Juninho e chutou rasteiro, sem chances para o goleiro Renan.

O time treinado por Sérgio Guedes tinha tudo para embalar e fazer uma grande apresentação. Porém, o time se acomodou com o resultado e deixou o Botafogo acordar. Principalmente no segundo tempo.

Ney Franco promoveu mudanças e lançou o lateral-esquerdo Gabriel, que tem boa chegada pelos lados. Assim, o time carioca passou a investir nesse tipo de jogada, levando perigo ao goleiro Neneca. O camisa 1 do Santo André fazia uma grande atuação e ainda contava com a sorte. Em um lance, Victor Simões acertou belo chute e viu a bola bater nas duas traves.

A pressão do Botafogo aumentou com a expulsão de Cicinho, aos 34min. Com um a mais, o empate finalmente veio, aos 39min. Depois de cruzamento de Eduardo, Victor Simões finalizou de cabeça e não deu chances a Neneca, estragando a festa do retorno do Santo André à elite do futebol brasileiro.

FICHA TÉCNICA

SANTO ANDRÉ 1 X 1 BOTAFOGO

Gols

Santo André: Nunes, aos 30min do 1º tempo

Botafogo: Victor Simões, aos 39min do 2º tempo

Polêmicas da arbitragem

- No início do segundo tempo, Túlio Souza recebeu lançamento dentro da área e foi derrubado por Pablo Escobar. Wilson de Souza Mendonça não marcou pênalti a favor do Botafogo.

- No gol do Botafogo, Victor Simões apareceu em posição duvidosa. O árbitro deixou o lance seguir.

Lance bizarro

- Aos 21min do primeiro tempo, o assistente Ubirajara Jota arrancou risos da torcida em Santo André, ao escorregar à beira do campo e cair. O gramado molhado foi o carrasco de Ubirajara.

Ponto Forte do Santo André

- As jogadas aéreas foram a principal fonte de perigo do time da casa. Além disso, soube aproveitar os espaços deixados pelo Botafogo para o contra-ataque.

Ponto Forte do Botafogo

- O faro de gol de Victor Simões. O artilheiro travou bom duelo com o goleiro Neneca e conseguiu vencê-lo nos minutos finais.

Ponto Fraco do Santo André

- A acomodação no segundo tempo. Com a vantagem no placar, o time recuou e deixou o rival jogar e buscar o empate.

Ponto Fraco do Botafogo

- A dificuldade para jogar pelas laterais durante grande parte do jogo. O time insistiu demais por ali, mas só conseguiu ser efetivo no final.

Personagem do jogo

Victor Simões, do Botafogo

Esquema Tático do Santo André

4-4-2

Neneca, Cicinho, Cesinha, Marcel e Gustavo Nery; Fernando, Ricardo Conceição, Marcelinho Carioca (Dirceu) e Pablo Escobar (Élvis); Antônio Flávio e Nunes.

Técnico: Sérgio Guedes.

Esquema Tático do Botafogo

3-5-2

Renan, Leandro Guerreiro, Juninho e Emerson (Jean Coral); Alessandro, Fahel, Eduardo, Túlio Souza e Thiaguinho (Gabriel); Lucas Silva (Rodrigo Dantas) e Victor Simões.

Técnico: Ney Franco.

Cartões Amarelos

Santo André: Marcel

Botafogo: Juninho

Cartões Vermelhos

Santo André: Cicinho

Árbitro

Wilson de Souza Mendonça

Local

Bruno José Daniel, em Santo André