Inglaterra, Espanha e Itália estão perto de conhecer campeões

Portal Terra

SÃO PAULO - Com a proximidade do final da temporada europeia de futebol, os principais campeonatos do mundo vivem momentos decisivos nestes últimos dias e algumas das torcidas dos times envolvidos já aguardam a conquista de mais um título nacional, como ocorre em três das maiores competições no planeta. Após um dia movimentado de jogos neste sábado, Manchester United, Barcelona e Inter de Milão venceram seus compromissos e caminham tranquilamente para triunfarem novamente na Inglaterra, Espanha e Itália, respectivamente.

Em alguns países, a disputa já foi definida e o troféu entregue ao campeão. Desde o dia 19 do mês passado, o AZ Alkmaar festeja seu segundo título holandês ao superar os rivais Twente e Ajax na reta final e tirar das mãos do trio Ajax/PSV/Feyenoord o domínio no país depois de 27 anos de hegemonia.

No entanto, o trio que mais tem chamado a atenção na Europa é mesmo Manchester/Barcelona/Inter. Na Inglaterra, o atual campeão nacional, continental e mundial, mesmo com as ausências de Cristiano Ronaldo e Van der Sar, passou sem dificuldades pelo Middlesbrough fora de casa, com o placar de 2 a 0 e abriu seis pontos de vantagem sobre o vice-líder Liverpool, faltando quatro jogos para a festa do tri nacional.

Outra equipe que mostra bom futebol e dá sinais de que não deve deixar escapar a conquista é o Barcelona, apontado pela imprensa mundial como melhor time do mundo na atualidade. Neste sábado, em mais uma atuação de gala do astro argentino Lionel Messi, o time catalão aplicou históricos 6 a 2 no Real Madrid em pleno Santiago Bernabéu, chegou aos 100 gols no Espanhol deste ano e colocou a mão na taça definitivamente. O massacre faz com que a equipe abra sete pontos de vantagem sobre o rival, números que precisarão ser tirados nos 12 que estarão em disputa, fato que pode encerrar a batalha já no próximo domingo.

Outra festa que pode ocorrer no final de semana seguinte é na Itália. Depois de um princípio de irregularidade com dois empates (contra Palermo e Juventus) e uma derrota (para o Napoli), a Inter de Milão se recuperou ao vencer a Lazio por 2 a 0 e frustrou novamente os rivais Milan e Juventus. A responsabilidade de afastar a má fase coube ao sueco Ibrahimovic, principal ídolo do elenco e que se manifestou contra as vaias da torcida no San Siro pedindo silêncio, o que não estragou o dia no clube. Assim, caso vença o Chievo no domingo, em Verona, e seus adversários tropecem nos dois próximos jogos, já pode soltar o grito de tetracampeão.

Se as disputas estão praticamente definidas nos três países, França e Alemanha vivem uma temporada marcada pelo equilíbrio, sempre com um rodízio no topo da tabela. Líder do Francês até esta rodada, o Olympique por pouco não tropeçou diante de sua torcida, em Marselha, e teve que suar muito para empatar por 2 a 2 com o Toulouse. O resultado, no entanto, não pode ser comemorado, já que o Bordeaux tem chances de igualar a pontuação neste domingo, quando pega o Sochaux faltando ainda quatro rodadas para o término.

Enquanto cai a hegeomina do Lyon na França, o ex-são-paulino Grafite continua brilhando na Alemanha e comandado o líder Wolfsburg. Neste domingo, o brasileiro fez mais um na goleada por 4 a 0 diante do Hoffenheim, que leva a sua equipe aos 60 pontos contra 57 do Bayern de Munique e 55 de Stuttgart e Hertha Berlin, no momento em que ainda terão pela frente mais quatro rodadas a serem disputadas para conhecer o novo campeão no país.

A exemplo do que Manchester United e Inter de Milão estão próximos de realizar em seus países, o Porto também pode confirmar o domínio em Portugal nos próximos dias, apesar de estar envolvido em disputa mais equilibrada, assim como na Alemanha e na França. Em busca do tetra, o time do Estádio do Dragão lidera o torneio nacional com apenas três pontos de vantagem sobre o rival Sporting, mas tem ainda um jogo a menos nos quatro que restam para o fim do torneio.