Último invicto do futebol brasileiro é derrotado na Arena da Baixada

Felippe Galvão, JB Online

RIO DE JANEIRO - Corinthians e Atlético Paranaense fizeram uma grande partida nesta quarta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba. O time de Geninho foi para cima da equipe paulista desde o início da partida e comandou todas as ações durante grande parte dos 90 minutos. A equipe rubro-negra contou com grande atuação de Rafael Moura que fez um gol de cabeça ao fim do primeiro, sendo o segundo do time do Sul que já havia aberto o placar com Wallyson. O time paranaense encurralava o Corinthians em seu campo, e logo no começo do segundo tempo Chico aumentou para 3 a 0 e colocou o time de Mano Menezes em situação complicada no jogo.

A equipe alvinegra não conseguia atacar, não criava chances e preocupava seu treinador. Aos 12 minutos Elias invade a área e sofre pênalti. Chicão bate, a bola estoura nas duas traves e não entra. Nesse momento o desespero do Corinthians em campo já era visível, a equipe errava passes de dois metros e não conseguia reagir.

Mano Menezes que já havia tirado Ronaldo no intervalo, com dores na costela, para a entrada de Otacílio Neto, tirou Morais e Fabinho e colocou Souza e Alessandro, respectivamente. As alterações surtiram efeito e o time paulista cresceu na partida. Aos 41 minutos Cristian fez um golaço em cobrança de falta e deu esperanças de novo a Fiel torcida. Quando os torcedores corinthianos já estavam satisfeitos com o resultado, Dentinho invadiu a área aos 47 e fez o segundo gol. Com dois gols importantes fora de casa, a missão ficou mais fácil para semana que vem e a classificação ficou bastante encaminhada para o time paulista. Porém caso repita essa atuação no Domingo, pela decisão do Campeonato Paulista, a taça pode acabar na Vila Belmiro.

É bom abrir o olho e não entrar de "salto alto", como ontem, para que conquiste seu vigésimo sexto título estadual.