Nadal supera Seppi e vai às oitavas em Roma

Portal Terra

ROMA, ITÁLIA - Número um do mundo, Rafael Nadal precisou de uma hora e 18 minutos para superar o italiano Andreas Seppi por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3, e garantir presença nas oitavas-de-final do Masters de Roma - em 2008, o espanhol foi eliminado do torneio logo na estreia.

Embora tenha optado por utilizar em 2009 o mesmo calendário do ano passado, Nadal parece chegar à Itália nesta temporada bem mais em forma que na anterior - depois de conquistar títulos seguidos em Mônaco e em Barcelona há um ano, ele viu o físico fraquejar e, com bolhas nos pés, acabou derrotado pelo compatriota Juan Carlos Ferrero.

Exatos 12 meses depois, a história foi bem diferente na quadra central do Foro Italico. Quase perfeito com 15 winners e apenas dez erros não-forçados, ele venceu Seppi. Em toda a partida, o favorito teve apenas um momento irregular: foi logo no primeiro game, em que, desconcentrado, perdeu o serviço antes de dar o troco logo na sequência.

Ao controlar a gritaria da torcida em favor do 37º melhor tenista do mundo, Nadal ainda conseguiu uma revanche após ter sido derrotado por Seppi no último encontro realizado - foi há pouco mais de um ano, no Torneio de Roterdã.

O atleta, aliás, era um dos únicos dois italianos ainda presentes na chave de Roma; agora, os fãs só poderão apoiar Fabio Fognini, que busca vaga nas oitavas de final contra o francês Gilles Simon ainda nesta quarta-feira.

Com a 27ª vitória seguida no piso lento, o espanhol já começa a somar ainda mais pontos no ranking de entradas, no qual leva 4.830 tentos de vantagem sobre Roger Federer. Na terceira rodada, ele encara um desafeto, Robin Soderling, que chegou a imitar gestos do número um para irritá-lo durante a edição 2007 de Wimbledon.

Naquela oportunidade, o favorito faturou uma batalha de cinco sets, sendo que superou o sueco também em Roland Garros 2006, nesta oportunidade com fáceis 3 a 0.