Na contramão do conselheiro, Goiás prega respeito a Parreira

Tiago Leite, JB Online

RIO - Ao contrário do conselheiro do Goiás Paulo Rogério Pinheiro, que criticou o técnico do Fluminense Carlos Alberto Parreira - chamando o treinador de frio e preguiçoso, os jogadores esmeraldinos pregam total respeito ao adversário desta quinta-feira, pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil.

Ele falou como torcedor e o pessoal do clube tem o pensamento totalmente diferente. Não tem nada a ver com o nosso dia-a-dia. Sabemos da qualidade dos jogadores do Fluminense e do currículo de títulos do Parreira - disse o lateral-esquerdo Julio César.

Em meio às finais do Campeonato Goiano, o time espera aproveitar o apoio da torcida no Serra Dourada para levar uma vantagem confortável para o Rio de Janeiro.

A Copa do Brasil é nosso principal objetivo no ano e esperamos fazer um grande jogo. É importante não tomar gol dentro de casa e fazer um bom resultado ressaltou Julio César, garantindo que a derrota por 2 a 1 para o Atlético-GO no primeiro jogo da decisão goiana não vai influenciar a equipe. Temos jogadores experientes, que sabem diferenciar uma competição da outra.