Contra o efeito Ronaldo: Flamengo se apressa na negociação com Adriano

Julio Calmon, Jornal do Brasil

RIO - Bastou o atacante Adriano rescindir o contrato com o Inter de Milão para o quebra-cabeça de seu futuro como atleta de futebol ficar mais fácil de ser montado. A não ser que aconteça alguma reviravolta improvável nas negociações com o jogador, ele se apresenta ao Flamengo logo após o término do Campeonato Carioca. Mas o torcedor rubro-negro deve ter um pé atrás.

Apesar de ser o mais cotado, o time da Gávea não é o único a formalizar uma proposta para ter Adriano. Gilmar Rinaldi, empresário do jogador, admitiu que há outros clubes brasileiros interessados na contratação do Imperador.

Desde sexta-feira, quando o jogador e o clube italiano rescindiram oficialmente o contrato de 7 milhões de euros, a conversa entre os dirigentes do Flamengo e o jogador tem aumentado a cada dia. Hoje, tanto o lado rubro-negro quanto o do atacante já admitem abertamente que o anúncio está por detalhes financeiros.

Dentro do clube, já há o sinal positivo para que o departamento de futebol negocie o contrato com o jogador.

O Adriano é cria da casa e está com muita vontade. Isso conta nessas horas. Tudo isso está sendo cuidado em boas mãos disse o presidente em exercício do Flamengo, Delair Dumbrosck, que admitiu ter medo de perder o atacante, como aconteceu com Ronaldo. Não vamos deixar ele ir para Corinthians, Santos ou Vasco.

O receio do presidente rubro-negro pode se confirmar caso as negociações não caminhem. Se Adriano não fechar com o Flamengo, o destino do Imperador poderá ser até o Parque São Jorge ou a Vila Belmiro. Dirigentes de Corinthians e Santos teriam feito propostas pelo jogador também.

No Rio, depois de pensar na volta do ex-jogador Edmundo, o fundo de investimento que ajuda o Botafogo a montar um time para o Brasileiro cogitou fazer uma proposta para ter Adriano como o principal nome do time alvinegro. O jogador, porém, descartou a transferência.

Escaldado com recente episódio do acerto de Ronaldo com o Corinthians, depois de ter passado dois meses treinando na Gávea, o Flamengo corre para acertar tudo até semana que vem, antes do início do Brasileiro. A própria negociação de Ronaldo com o Corinthians serve de exemplo.

Os dirigentes do Flamengo, no entanto, dizem que o contrato que o Imperador faria com o clube seria algo mais complexo do que houve entre o Fenômeno e o time paulista. Vale lembrar que o Corinthians contratou Ronaldo, em dezembro, quando ainda não havia patrocinador no clube. O acerto de um contrato de patrocínio só aconteceu com a chegada do Fenômeno, incluindo cláusulas que permitem o encerramento unilateral do contrato caso o jogador deixe o clube.