Oliver Kahn se reúne para ser novo dirigente do Schalke 04

Portal Terra

RIO DE JANEIRO - O ex-goleiro alemão Oliver Kahn pode aceitar o desafio de virar dirigente de futebol. A equipe a ser representada pelo ex-jogador, porém, não será a do Bayern de Munique - onde ele fez história -, e sim a do Schalke 04, de Gelsenkirchen.

Kahn, 39 anos, já negocia com Clemens Tönnies, presidente do Schalke 04, para assumir o cargo de diretor-geral.

Queria descobrir quais as condições existentes lá e como podemos alcançar os objetivos disse o ex-goleiro à revista Spiegel.

Tive várias conversas com Schalke 04 afirmou Kahn, que se reuniu com Tönnies nesta quinta. Embora nenhum acordo tenha sido alcançado, o presidente do Schalke 04 se mostrou confiante em um acordo com o ex-capitão da seleção alemã.

Kahn é um grande homem e estamos completamente de acordo. Nós discutimos um plano e tudo correu bem. No entanto, ainda quero conversar com os outros candidatos (ao cargo de diretor-técnico) disse Tönnies.

Aposentado desde no ano passado, Kahn defendeu o Bayern de Munique por 14 anos, conquistando uma Copa da Uefa, uma Copa dos Campeões e um Mundial de Clubes, além de ter vencido o Campeonato Alemão oito vezes.

O ex-goleiro também foi vice-campeão mundial em 2002, com a Alemanha, falhando na decisão do título contra o Brasil. Mesmo assim, Kahn foi eleito o melhor jogador daquela Copa do Mundo, disputada na Coréia do Sul e no Japão.