Cruzeiro vence, dispara e pode se classificar nesta quinta

Portal Terra

BELO HORIZONTE (MG) - O Cruzeiro está bem perto da próxima fase da Taça Libertadores. Na noite desta quarta-feira, a equipe mineira derrotou o Universitario Sucre por 2 a 0 e disparou na liderança do Grupo 5 da competição, com 10 pontos.

Com o triunfo, o Cruzeiro pode selar sua classificação nesta quinta-feira. Estudiantes, que soma três pontos, e Deportivo Quito, que tem cinco, se enfrentam - em caso de vitória da equipe equatoriana, o time do técnico Adilson Batista obtém a vaga antecipadamente.

Além disso, o Cruzeiro conquista sua 11ª vitória - além de quatro empates - nos primeiros 15 jogos do ano. O índice expressivo é exatamente o mesmo que conseguiu a equipe de 2003, que conquistou a "Tríplice Coroa".

Em um fraco primeiro tempo, o Cruzeiro errou muitos passes. O lateral-esquerdo Sorín e o volante Ramires, dois dos melhores jogadores do time, custaram a encaixar boas jogadas durante a etapa inicial da partida, dificultando boas saídas de jogo da equipe mineira.

Fechado, o Universitario pouco assustou a meta cruzeirense. Mal diante das bolas aéreas do Cruzeiro, o time boliviano também não conseguiu se impor no confronto, parando jogadas com falta no meio-de-campo e arriscando chutes de fora da área sem sucesso.

No retorno do intervalo, o Cruzeiro ganhou gás e mudou de cara. Depois de um rápido contragolpe, Gérson Magrão recebeu na área e foi derrubado pelo goleiro. Na cobrança, Weillington Paulista marcou. Aos 45min, recebeu na área e fez o segundo.

FICHA TÉCNICA

Gol

Cruzeiro: Wellington Paulista, aos 12min e aos 45min do 2º tempo

Polêmicas

Ao final do primeiro tempo, parte da torcida do Cruzeiro vaiou a atuação da equipe.

Ponto forte do Cruzeiro

Domínio das ações de jogo

Ponto fraco do Cruzeiro

Muitos passes errados

Ponto fraco do Universitario

Bolas aréas do Cruzeiro

Personagem do jogo

Wellington Paulista

Destaque negativo do jogo

Ramires

Comentários sobre o jogo

"Achei o time sonolento. Em Libertadores, não se pode entrar acomodado. Faltou determinação. O time tem que compreender que disputar uma Libertadores é um privilégio. Está muito apático e, para romper uma defesa trancada como essa, tem que chegar mais à linha de fundo", do governador de Minas Gerais e torcedor do Cruzeiro, Aécio Neves, em entrevista à Rádio Itatiaia, no intervalo da partida.

Árbitro

Frederico Beligoy (ARG)