Ingleses elegem Cristiano Ronaldo como "maior chorão" do esporte

Portal Terra

RIO DE JANEIRO - Ninguém duvida que Cristiano Ronaldo é idolatrado na Inglaterra, por conta dos títulos obtidos com o Manchester United, apesar do "ódio" que gera nos rivais do atual campeão inglês, europeu e mundial. O jogador, porém, é visto como o "maior chorão" do esporte pelo jornal inglês The Sun, que lista outros nove atletas que têm dificuldade em segurar a emoção.

Cristiano Ronaldo encabeça a lista por conta das vezes em que chorou com a seleção de Portugal, como na derrota para a Grécia na decisão da Eurocopa de 2004 e a eliminação na semifinal da Copa do Mundo da Alemanha, dois anos depois, contra a França.

O português também teve motivos para chorar com a camisa do Manchester United, como em 2005, quando perdeu um pênalti diante do Arsenal na final da Copa da Inglaterra. No ano passado, o meia-atacante desperdiçou outra cobrança em uma decisão, desta vez da Copa dos Campeões, mas viu sua equipe bater o Chelsea e caiu no choro logo em seguida.

Naquela partida, disputada em Moscou, quem chorou mais que Cristiano Ronaldo foi Terry, quinto na lista feita pelo The Sun. Isso porque o zagueiro do Chelsea teve a chance de definir o triunfo de sua equipe sobre o Manchester United, mas escorreu na hora de cobrar o pênalti e viu os rivais levarem a Copa dos Campeões.

Outro inglês, o meia David Beckham (7º da lista), chorou copiosamente quando foi substituído nas quartas-de-final da Copa de 2006, na derrota da equipe para Portugal. O jogador, porém, não estava insatisfeito com o técnico sueco Sven-Goran Eriksson, mas sim com a lesão que o tirou de combate.

Também integram a lista os ex-tenistas André Agassi (2º) e Pete Sampras (10º), ambos dos Estados Unidos, além do também americano Tiger Woods (9º), tido como o melhor jogador de golfe de todos os tempos. A relação do The Sun também deu espaço ao automobilismo, com o choro do finlandês Mika Hakkinen no GP da Itália de Fórmula 1, em 1999.

Confira a lista dos 10 maiores chorões:

1. Cristiano Ronaldo (POR) - Futebol

2. André Agassi (EUA) - Tênis

3. Paul Gascoigne (ING) - Futebol

4. Matthew Pinsent (ING) - Remo

5. John Terry (ING) - Futebol

6. Oliver McCall (EUA) - Boxe

7. David Beckham (ING) - Futebol

8. Mika Hakkinen (FIN) - Automobilismo

9. Tiger Woods (EUA) - Golfe

10. Pete Sampras (EUA) - Tênis