Palmeiras perde a segunda e vê vaga ficar mais longe

Portal Terra

SÃO PAULO - No primeiro compromisso diante de sua torcida na fase de grupos da Libertadores da América, o Palmeiras sofreu a sua segunda derrota em dois jogos disputados e já vê ameaçada a sua classificação para as oitavas-de-final do torneio. Depois de cair em Quito para a LDU, o time alviverde foi batido por 3 a 1 pelo Colo Colo na noite desta terça-feira, no Palestra Itália, e fica em situação delicada na chave 1 da competição.

Líder absoluto e invicto no Campeonato Paulista, o time comandado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo e pelos gols do centroavante Keirrison mais uma vez não conseguiu manter o bom momento na Libertadores e estaciona na lanterna, atrás dos chilenos, da LDU e do Sport, que agora têm três pontos cada, contra nenhum da agremiação paulista.

Dono de uma marca de 13 gols em dez jogos, que já garante o melhor início de um atacante na história do clube alviverde, o camisa nove voltou às redes contra o Colo Colo e quase anotou o empate em seguida, já no segundo tempo. No entanto, o centroavante carimbou o travessão do arqueiro Cristián Muñoz e não evitou a primeira derrota do Palmeiras como mandante na temporada.

Além de ficar para trás no grupo e ver LDU ou Sport abrirem seis pontos de vantagem nesta quarta-feira, o duelo desta noite também recuperou o rival, que viveu momentos conturbados antes do embarque para o Brasil. Derrotado na estréia para os pernambucanos, em Santiago, o time perdeu duas das últimas três partidas no Campeonato Chileno e passou por acusação de um possível boicote ao trabalho do técnico Marcelo Barticciotto.

Derrotado em casa e ouvindo a insatisfação de sua torcida, o Palmeiras sofreu também o sue segundo revés no histórico dos confrontos com o adversário de Santiago. Antes, em 1961, no único encontro entre as equipes, o Colo Colo venceu por 2 a 1 na capital chilena. Já no retrospecto geral contra equipes do país, o time do Palestra Itália segue em vantagem, agora com 11 vitórias, dois empates e quatro derrotas.