Lyon cogita ações legais contra Fred

Agência AFP

PARIS - O presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, afirmou nesta segunda-feira que o clube pode adotar medidas legais contra o atacante Fred, afastado do grupo e que espera a conclusão de sua transferência para o Fluminense. - Esperamos sábado passado para que assinasse a rescisão do contrato. Não veio. Isto é surreal. É uma trapaça - denunciou Aulas em uma entrevista ao jornal regional francês Le Progrès.

- O que tem feito ao Olympique de Lyon, a sua mulher, a seus companheiros é impensável. Não diz nada de bom da natureza humana. Não podemos ficar parados diante deste tipo de coisa. Entramos no âmbito das medidas legais e não posso falar disso - acrescentou.

- Gostaria muito de que as coisas não fossem assim. O custo para o OL é de 35 milhões de euros. Não podemos, pela economia do futebol e a natureza humana, ficar sem fazer nada - garantiu.

Fred ainda não rescindiu o contrato que o vincula ao Lyon até 30 de junho de 2009. O brasileiro, afastado do grupo, treinava há alguns dias com os reservas, mas na quinta-feira foi suspenso.

O Lyon está disposto a negociar o atleta sem indenização de transferência, caso ele assine com um clube brasileiro e desista de receber as luvas, calculadas em 600.000 euros, o que o jogador recusa e, ao que parece, é um dos motivos pelos quais ainda não assinou a rescisão.