Ecclestone revela que fez proposta pela Honda

Agência AFP

LONDRES - O chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, revelou que a Honda rejeitou uma oferta de 100 milhões de libras pelo espólio da escuderia. A negativa, segundo ele, foi dada por Ross Brawn e Nick Fry, chefes da escuderia. - Eu tentei ajudar, mas eles recusaram a minha oferta. Era uma boa proposta para todos os interessados - disse Ecclestone ao jornal News of the World.

Ecclestone disse ainda que a possível presença de Bruno Senna é um dos motivos que o levam a acreditar na compra da escuderia. - Seria fantástico para todo o mundo ter de volta na Fórmula 1 o nome Senna - afirmou.

Bernie Ecclestone também ironizou a Honda. - Se tivéssemos perdido a McLaren ou a Ferrari, ou um time como a BMW, as pessoas poderiam pensar sobre o que está acontecendo. Mas creio que esse seja o caso da Honda. Eles não fizeram muito no ano passado, fizeram? - questionou.