No fim, Argentina arranca empate e evita eliminação no Sub-20

Portal Terra

SÃO PAULO - Em partida tensa, definida somente nos últimos minutos, a Argentina conseguiu superar a desvantagem númerica de jogadores e arrancou um importante empate por 1 a 1 com a Venezuela, já nos acréscimos, resultado que mantém a equipe viva para a última rodada do Campeonato Sul-Americano Sub-20, na disputa por uma vaga no Mundial da categoria, que será disputado no Egito, em setembro.

Com campanha decepcionante durante toda a competição, ocupando a lanterna do hexagonal decisivo, os atuais campeões mundiais estiveram próximos do adeus e só conseguiram respirar graças a um gol marcado por Benítez, aos 47 minutos do segundo tempo.

Perto da eliminação, os argentinos chegaram a perder a cabeça em diversos momentos da partida e por pouco não proporcionaram cenas mais graves no Estádio José Antonio Anzoátegui, em Puerto La Cruz. Pouco antes do empate, Fernández recebeu o cartão vermelho e esquentou o clima da partida.

Já após o apito final, que determinou a igualdade no confronto, argentinos e venezuelanos se estranharam e causaram grande confusão no gramado, precisando da intervenção de suplentes e organizadores para impedir que a rivalidade tivesse conseqüências mais graves.

Na lanterna da fase final, com apenas dois pontos em quatro partidas disputadas, a Argentina precisa de uma vitória no próximo domingo, contra a Colômbia, enquanto torcerá por uma tropeço da Venezuela no confronto com o Uruguai para garantir uma das quatro vagas sul-americanas para o Mundial.

Após a frustração de levar o empate no último lance, a anfitriã perdeu a chance de assumir a terceira colocação e ocupa o quatro lugar, precisando apenas fazer a sua parte na rodada decisiva para ir ao Egito no mês de setembro.

Na noite em que o Brasil conheceu mais uma vitória e garantiu o título antecipado da competição, a Venezuela mostrou melhor futebol e esteve mais próxima da vitória contra a Argentina. No entanto, após parar em seguidas defesas do goleiro Rodriguez, só abriu o placar nos minutos finais do duelo.

Aos 35 minutos da etapa final, depois de jogada iniciada pelo lado direito do ataque, o centroavante José Salomón Rondón aproveitou um belo cruzamento de bicicleta vindo do fundo e, de cabeça, jogou no contrapé do goleiro rival para abrir o placar.

No entanto, com a proximidade da eliminação, a Argentina cresceu na partida e iniciou pressão, que só terminaria no gol de empate. Após ver grande defesa de Rafael Romo e acertar a trave, Benitez acertou finalização no ângulo e deu sobrevida à equipe dirigida pelo técnico Sergio Batista.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais