CBF apóia clubes na briga por verbas

Jornal do Brasil

RIO - A briga dos clubes contra o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) ganhou mais um reforço. O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, revelou ontem que foi procurado por nove agremiações (Corinthians, Vasco, Flamengo, Fluminense, Sport, Internacional, Cruzeiro, Santos e São Paulo) e vai apoiar a causa junto ao governo federal.

Na terça-feira, oito clubes fundaram o Conselho dos Clubes Formadores de Atletas Olímpicos (Confao) com o intuito de discutir o repasse das verbas da Lei Agnelo Piva ao COB.

- É um erro essa divisão (de verba) como é feita. A CBF, como entidade, não forma jogador. Todos eles vêm dos clubes. O clube é o formador de atleta. E ele tem que receber para continuar esse trabalho. A Lei Agnelo Piva não dá um tostão para os clubes - disse Teixeira ao Globoesporte.com.

O presidente da CBF afirmou que levará as reivindicações para o presidente Lula e para o ministro do Esporte, Orlando Silva.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais