AIG não vai renovar contrato de patrocínio com Manchester United

REUTERS

LONDRES, INGLATERRA - A seguradora norte-americana AIG não irá renovar seu contrato de patrocínio com o atual campeão mundial Manchester United e já começou a reduzir custos em relação ao acordo existente.

A companhia também disse em email enviado à Reuters que já foram realizadas "intensas discussões" com o clube a respeito do acordo vigente de 100 milhões de dólares em quatro anos.

O Manchester, time do vencedor do prêmio de Jogador do Ano da Fifa, Cristiano Ronaldo, detém uma ampla base de torcedores no mundo todo, que o ajudou a conseguir um dos melhores contratos de patrocínio do futebol internacional.

Em outubro, a AIG disse ao Manchester United que não vai renovar seu patrocínio informou a companhia em resposta à Reuters Desde então, a AIG tem sido ativa em discussões com o clube sobre o contrato atual, que expira em maio de 2010.

Uma das maiores seguradoras do mundo por valor de mercado, a AIG escapou da falência em setembro de 2008 graças a um pacote de resgate de 85 bilhões de dólares preparado pelo governo dos EUA, o qual mais tarde aumentou para 152 bilhões de dólares.

A companhia começou vendendo ativos e reduzindo custos para pagar parte do financiamento do governo e entrar para a lista das empresas que controlaram os investimentos no esporte por conta da recessão econômica global.

A AIG disse que foram revistos todos os contratos de patrocínio após o pacote de ajuda do Federal Reserve (Fed) e que já estava no processo de reduzir custos com marketing, propaganda e hospitalidade relacionados ao acordo existente com o Manchester United.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais