Willians, o novo menino dos olhos do técnico Cuca

Julio Calmon, JB Online

RIO DE JANEIRO - Recém-contratado ao Santo André, Willians encheu os olhos do técnico Cuca. Bastou um golaço em um jogo-treino no domingo, contra o Tupi, de Juiz de Fora, para o técnico rubro-negro fazer uma série de elogios ao volante de 22 anos, que aumentou sensivelmente o poder de contenção do time quando entrou na partida.

Por isso, Willians se descreve com um homem de marcação incansável, mas que vai ao ataque com facilidade - tanto que marcou três gols na Série B do ano passado. Bola dentro para Cuca, que vai conseguindo concretizar todos os pedidos que fez à diretoria até agora.

Além de Willians, o zagueiro Douglas, também contratado ao Santo André, mostrou qualidades no treinamento. Quase dispensado no fim do ano passado, Vandinho é outro que vem demonstrando bom desempenho, depois de intervenção do treinador por sua permanência.

Escolhido para a seleção dos melhores da Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado, na qual ajudou o time do ABC paulista a conseguir a promoção, Willians criou certa expectativa no início da pré-temporada rubro-negra. Ele promete não decepcionar.

Tenho trabalhado bastante para iniciar a temporada bem. Sei que o Flamengo tem muitas opções, mas quero me esforçar para estar entre os 11 diz o volante, que tem sido alvo de gozações dos companheiros mais antigos no clube.

Ele tem boas chances de ser relacionado para o jogo de estréia do Flamengo no Carioca, contra o Friburguense, domingo, no Maracanã. Autor do terceiro gol na vitória de 4 a 1 sobre o Tupi, o volante substituiu Everton quando a partida ainda estava 1 a 0 para os rubro-negros. Sua entrada mudou o esquema de jogo mais ofensivo que Cuca havia armado, mas deu mais poder de marcação ao time. A atuação deu confiança para o jogador, que conta os dias para encontrar a torcida.

Tenho certeza de que sentirei um frio na barriga no domingo. A torcida do Flamengo é incrível, coisa que nunca vi igual. Estrear no Maracanã é o sonho de qualquer um.

Paraíba no ataque

Com a possível entrada de Willians no time, Marcelinho Paraíba sairia do meio e voltaria a atuar no ataque - posição na qual ele já comentou que não gostaria de jogar. Sem entrar em polêmicas, o meia elogiou a participação de Willians.

Não estou preocupado com isso. O Cuca sabe das minhas características e vai me colocar numa posição em que eu me sinto bem. Com o Willians, apesar de ficar um pouco mais à frente, o Cuca me deu liberdade para voltar e armar jogo.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais