Após revés, Chelsea apóia Felipão e pressiona jogadores

Portal Terra

LONDRES, INGLATERRA - Após a derrota de 3 a 0 para o Manchester United no último domingo, o Chelsea demonstrou, de acordo com o jornal inglês The Times desta terça-feira, apoio ao trabalho do técnico Luiz Felipe Scolari e pressionou os jogadores.

O diário afirma que a diretoria do clube dará total suporte ao treinador brasileiro até o final da temporada. Porém, o Chelsea admite que fará uma avaliação no trabalho de Felipão quando terminar os campeonatos.

O clube não quer uma alternância grande no cargo de treinadores. O Chelsea demitiu Jose Mourinho e Avram Grant em um intervalo de oito meses.

Por outro lado, ainda de acordo com o The Times, a diretoria quer a divisão de responsabilidade pelo momento irregular entre a comissão técnica e os jogadores.

Com 42 pontos, o Chelsea ocupa a segunda colocação do Campeonato Inglês, quatro pontos atrás do Liverpool. O Manchester United, com 41, tem dois jogos a menos.