Rooney desdenha de críticos e diz que não é temperamental

Portal Terra

INGLATERRA - Um casal de turistas estrangeiros teve a bolsa roubada nesta tarde na Praia de Copacabana, na altura da Rua Santa Clara. A portuguesa Maria Louise, de 20 anos, e o inglês Tom Muphy, de 23 anos, estavam sentados observando o mar quando o ladrão se aproximou e arrancou a bolsa de Marie. Pessoas que estavam próximas aos turistas começaram a gritar, o bandido correu e jogou a bolsa perto do palco que está sendo montado na praia para o show de réveillon.

Minutos depois, o assaltante voltou para resgatar o que havia roubado e foi detido por três guardas municipais. Na bolsa, havia três câmeras fotográficas, celulares, euros, dólares e reais.

O casal e o ladrão foram levados para a Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat) e de lá encaminhados para a 14ª DP (Leblon). Na delegacia, o assaltante, identificado como Gustavo Freitas Torres, de 24 anos, disse que mora em Saracuruna e que trabalha em uma barraca de pipoca na Praça Tiradentes. Ele já responde a processos por tráfico de drogas e roubo.

Depois de se estranhar em campo com um adversário na última rodada do Campeonato Inglês, o atacante Wayne Rooney respondeu aos que criticam sua postura em campo. Para o jogador do Manchester United, ele está sempre no controle de suas atitudes e se não se acha uma pessoa temperamental.

- Eu não acho que há problema com a minha conduta, meu temperamento. Eu não aceito que precise contar até dez em certas situações porque eu sinto que controlo eu mesmo, afirmou Rooney ao Sunday Mirror.

Para os que criticam seu comportamento, o atacante que fez o gol da vitória em cima da LDU no Mundial de Clubes no último domingo simplesmente não liga para as críticas.

- São pessoas que não me conhecem e que gostam de me depreciar. Mas eu não dou a eles o meu pensamento simplesmente porque eles não importam para mim, declarou.