Vasco aposta em mercado sul-americano

Márcia Vieira, JB Online

RIO DE JANEIRO - Na tentativa de juntar os cacos e reerguer o time para voltar à primeira divisão do Campeonato Brasileiro, o Vasco faz compras na América do Sul para reforçar o elenco para a próxima temporada. Com isso, uma legião estrangeira tem se formado no clube.

O primeiro foi o chileno Maurício Pinilla. O atacante, 24 anos, teve o seu contrato renovado com o clube por mais três temporadas. Este ano, por causa de uma lesão muscular, Pinilla participou de apenas três partidas no Campeonato Brasileiro, suficientes para deixar uma boa impressão.

Satisfeitos com o chileno, os dirigentes resolveram investir na safra sul-americana e contrataram mais dois jogadores de países vizinhos. O volante Pedro Vera, 24 anos, e o meia Milton Benítez, 22, ambos paraguaios.

- Benítez e Pedro Vera são muito jovens e têm a possibilidade de serem convocados para a seleção paraguaia. O futebol do Paraguai está em franca ascensão, enalteceu o vice-presidente administrativo do Vasco, José Hamilton Mandarino.

Os dois paraguaios assinaram contrato de um ano com o Vasco e sabem que terão de uma árdua tarefa pela frente na tentativa de tirar o time da Série B. Por isso, Benítez prometeu jogar com o coração.

- A torcida pode esperar um jogador que coloca o coração dentro do campo. O Vasco é um clube muito grande e não merece estar nessa situação. Venho para cá confiando que vou aproveitar a oportunidade e recolocar o Vasco na primeira divisão, afirmou.

O volante Pedro Vera também reforça o discurso e diz que gosta de ter desafios a superar.

- Eu gosto de desafios. Venho para somar e deixar tudo o que puder em campo para levar o Vasco de volta à elite, disse.