Tricolor é surpreendido pela ida de Arouca para o São Paulo

Flávio Dilascio, JB Online

RIO DE JANEIRO - O dia de ontem foi agitado nas Laranjeiras. Ao levar uma rasteira do São Paulo que anunciou oficialmente o volante Arouca como seu mais novo reforço , o Fluminense tratou de devolver a perda na mesma moeda. Só que, em vez do tricolor paulista, o troco foi dado em cima de um rival local, o Vasco. O clube da Colina, que dava como certa a contratação do ex-rubro-negro Jailton, viu o negócio ir por água abaixo em menos de 24 horas. Isso porque o tricolor, em uma jogada de esperteza, fez uma proposta mais tentadora, a qual fez o destino do volante mudar inesperadamente. Jailton assinou por um ano com o Fluminense, com opção de renovação ao fim da temporada.

Logo que cheguei ao Fluminense, disse que gosto de trabalhar com performances. O Jailton jogou 33 das 38 partidas do Flamengo no último Brasileiro, sendo que, em 28 desses jogos, ele atuou os 90 minutos. É uma média incrível comentou o coordenador de futebol do Fluminense, Alexandre Faria. Isso sem contar que ele recebeu apenas sete amarelos e nenhum vermelho, e teve 87% de aproveitamento nos desarmes completou Alexandre.

Já os dirigentes do Vasco lamentaram muito a não-vinda do jogador, que era dado como certo. E não faltaram críticas para o empresário do atleta, Eduardo Uram.

Infelizmente o futebol é uma atividade em que prevalece pouco a palavra. O empresário do jogador estava apalavrado conosco e descumpriu o compromisso dele. Deve ser o estilo dele. Infelizmente isso acontece o tempo todo no futebol alfinetou o vice-presidente administrativo cruzmaltino, José Hamilton Mandarino.

Jailton, por sua vez, preferiu justificar sua escolha com o fato de não querer deixar de disputar a Série A, visto que o Vasco foi rebaixado para a Série B do ano que vem.

Recebi propostas de dois clubes grandes e com tradição no futebol, mas o Vasco está numa situação bem complicada. Passei dois anos jogando na primeira divisão e este é o sonho de qualquer jogador, pois a visibilidade na elite é bem maior que na Série B afirmou o jogador.

Se ganhou Jailton, o Fluminense perdeu, de forma inesperada, um de seus principais jogadores. Formado em Xerém e titular desde 2005, Arouca já firmou compromisso com o São Paulo, para onde irá na próxima temporada. O anúncio pegou a diretoria tricolor de surpresa.

Existe um artigo da Lei Pelé que fala sobre pré-contrato. Nele diz que o jogador é livre para assinar um termo de compromisso com uma equipe, seis meses antes do término do contrato em vigência. Se ele celebrou um pré-contrato com o São Paulo, deveria nos dar uma satisfação, por motivos éticos lamentou Alexandre Faria.

Com contrato com o Fluminense até o final de abril, Arouca poderá ser usado como moeda de troca por alguns jogadores são-paulinos, caso o time paulista queira levá-lo antes do término do seu compromisso. Mas, para isso, o tricampeão brasileiro terá que procurar a diretoria tricolor para uma conversa. Richarlyson e Juninho são nomes que interessam.

Se o Arouca já está acertado com o São Paulo, ele não tem mais clima para trabalhar aqui. Vamos estudar a saída dele antes de abril, daí poderíamos incluir alguns jogadores deles nesta transação frisou Faria.

Luiz Alberto e Fabinho renovam

A saída de Arouca abriu mais uma lacuna no Fluminense. De acordo com o coordenador de futebol, o tricolor voltará a tentar Diguinho, recém-desligado do Botafogo. O clube chegou a procurá-lo, mas a pedida do jogador foi alta para os padrões das Laranjeiras. O tricolor fará nova oferta.

Ontem, o Fluminense sacramentou as renovações de Luiz Alberto e Fabinho. A do zagueiro foi a mais difícil, pois se arrastou por duas semanas e ainda houve propostas de Santos e Cruzeiro. Ele renovou por dois anos. Fabinho, assinou contrato até o final de 2009. A permanência do jogador foi um pedido de René Simões.

O Fluminense praticamente acertou a contratação do atacante Brandão, do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Resta apenas uma resposta do clube ucraniano e uma conversa final com o jogador. Leandro Domingues também já está acertado, enquanto Marquinho está na dependência de o Fluminense emprestar jogadores para o Figueirense. Já a vinda de Rodolfo foi descartada, pois o seu time, o Lokomotiv Moscou, vetou sua saída. O clube ainda espera anunciar um lateral-esquerdo, um atacante e mais um zagueiro.