Holyfield protesta formalmente contra decisão de juízes

Portal Terra

LAS VEGAS - O pugilista Evander Holyfield, 46 anos, ainda não engoliu a derrota por pontos para o russo Nikolay Valuev, atual campeão mundial peso pesado pela Associação Mundial de Boxe (AMB). O boxeador entrou com um protesto formal contra os juizes que deram a vitória por pontos ao "gigante" russo.

- Não sei porque os juizes fizeram aquilo, mas foi uma injustiça. Estamos preenchendo um protesto que diz basicamente, 'nós queremos reverter isso'. Só quero o que é meu. Eu não perdi.

-Eu venci, protestou Holyfield de acordo com o jornal Atlanta Journal Constitution.

Valuev venceu o confronto válido pelo cinturão mundial na decisão por pontos. Um juiz deu empate técnico, enquanto outros dois deram o combate ao russo. Anunciado o resultado, o pugilista deixou o ringue embaixo de vaias e teve o pensamento geral sintetizado pelo técnico de Holyfield, Tommy Brooks.

- Foi patético, definiu.

Com um cartel de 42 vitórias e dez derrotas, Evander queria bater o recorde e ser o mais velho campeão mundial de boxe. Se vencesse Valuev, que agora conta com 50 triunfos e apenas um revés, Hoyfield passaria George Foreman, vencedor de um cinturão aos 45 anos.

Apesar do protesto, a luta dificilmente será revogada. O mais provável é que haja uma revanche entre os dois pugilistas. No entanto, antes, Valuev tem uma luta agendada contra Ruslan Chagaev pelo cinturão da AMB.