Vendedor avisa: taça do Inter vai encarecer bandeira

Portal Terra

PORTO ALEGRE - A poucas horas do início da segunda partida da final da Copa Sul-Americana, entre Internacional e Estudiantes, no Estádio Beira-Rio, vendedores regularizados comercializam bandeiras e bonés da equipe colorada.

Carlos Eduardo da Silva, 23 anos, vende desde as 14h (de Brasília) os adereços no estacionamento que dá acesso à entrada social do estádio. Ele assegura que só deixará o Beira-Rio após o final do confronto decisivo, que poderá inflacionar o valor dos produtos em caso de título colorado.

- Se Deus quiser, vou vender todas as bandeiras e não vai sobrar nenhuma na saída - diz o vendedor, que já avisa que cobrará mais se o Inter for campeão nesta noite.

- Quando o Inter ganhar, a faixa de campeão do mundo vai aumentar - grita Carlos.

Enquanto os bonés com símbolos do Inter são vendidos a partir de R$ 8, as bandeiras têm valor entre R$ 30 a 70, variando de acordo com o tamanho. De acordo com o vendedor, ele lucra em torno de R$ 10 a R$ 20 por produto.

Para se sagrar campeão, o Inter tem a vantagem de poder até mesmo empatar, já que venceu a equipe argentina no jogo de ida, por 1 a 0, em La Plata, na semana passada.