Jogadores do Fluminense faz lobby pela renovação de René Simões

Flávio Dilascio, Jornal do Brasil

RIO - Há dois meses, René Simões assumia um combalido Fluminense. Em penúltimo na classificação, o time agonizava na zona do rebaixamento e contava os dias para retornar à Série B. O elenco estava visivelmente abatido e as esperanças de reação pareciam remotas, até o treinador acertar na mão e fazer o Tricolor reencontrar o caminho das vitórias.

Logo em sua estréia, o time que não vencia havia sete jogos derrotou o Atlético-PR, em plena Arena da Baixada. Depois foram mais quatro vitórias, dois empates e duas derrotas, campanha que fez o time livrar-se de vez do rebaixamento, chegando ao ponto de ocupar a última vaga da Sul-Americana, a uma rodada do fim do Brasileiro.

Tal feito deu a René Simões o status de novo herói das Laranjeiras. Tanto que sua permanência no clube em 2009 é dada como certa, embora ninguém toque no assunto até o término do Brasileiro. O que é certo, porém, é que, se depender do grupo, René Simões terá vida longa nas Laranjeiras.

O René é um técnico que trabalha muito o psicológico dos jogadores, nos contando histórias e apresentando vários vídeos. A chegada dele foi muito importante para a reação do time comentou Tartá, um dos maiores beneficiados pela chegada do técnico.

Perseguido pela torcida desde a falha clamorosa no jogo contra o Coritiba deu um passe para Keirrison no lance em que decretou a vitória dos paranaenses por 3 a 2 o jovem meia chegou a sofrer nas mãos de René.

Rebaixado aos juniores, teve de mostrar serviço para voltar ao time principal. E o castigo surtiu efeito, pois nas últimas três partidas que fez teve boas atuações e foi decisivo, como no domingo, quando marcou o gol que livrou o Fluminense de vez do rebaixamento.

Não tinha noção da dimensão desse gol, mas hoje estou vendo que foi importante comentou Tartá, que chegou a receber um presente de uma torcedora em agradecimento ao feito.

Acho que estou mais maduro, depois de tudo o que aconteceu este ano. Quando cheguei ao clube, o professor falou que eu iria voltar aos juniores. Foi a opinião dele, eu não concordei, mas acabou que o tratamento de choque deu certo.

Se todos que continuarão no clube querem a permanência de René, quem está de malas prontas para deixar as Laranjeiras também tem pensamento semelhante.

O René é um paizão, até porque tem idade para ser pai de todo mundo. Ele é como um psicólogo, que conversa muito, principalmente no vestiário. Estávamos precisando de carinho e isso ele soube dar no momento certo frisou Thiago Silva, que espera ter uma definição sobre o seu futuro até o final desta semana, pois, além de Inter de Milão e Milan, o Chelsea também apresentou proposta pelo jogador.

Novela Conca

O Fluminense ganhou mais um concorrente na novela pela permanência de Conca. Segundo o tesoureiro do River Plate, Héctor Cavallero, uma equipe americana apresentou proposta no valor que o Tricolor tem a pagar até a próxima segunda-feira.