Larissa pode conquistar 4º título consecutivo em Fortaleza

JB Online

RIO DE JANEIRO - A campeã pan-americana de vôlei de praia Larissa pode conquistar uma marca histórica em sua carreira neste fim de semana. A atleta tem a possibilidade de conquistar seu quarto título consecutivo na competição ao lado da parceira Vivian.

Para garantir o tetracampeonato, a parceria precisa apenas assegurar um lugar no pódio da etapa cearense, onde Larissa formou parceria com Juliana, ao lado de quem conquistou, além do título pan-americano, o tricampeonato do Circuito Brasileiro e do Circuito Mundial.

- Estaremos dentro de casa e é sempre especial conquistar um título aqui. Fortaleza já me reservou muitas alegrias ao longo da carreira. Vamos com a intenção de chegar a mais uma final e subir ao lugar mais alto do pódio, mas é bom saber que o terceiro lugar já nos assegura como campeãs. Conto com o apoio de todos os amigos para lutar por este objetivo - diz Larissa.

A atleta foi condecorada na última semana com o prêmio de melhor jogadora de vôlei de praia de 2008 pelo COB e recebeu os prêmios de melhor atacante e melhor levantadora do Circuito Mundial 2008.

- São prêmios importantes, que coroam todo esforço ao longo da temporada. Passei por momentos difíceis, mas não desisti nunca, segui lutando e as recompensas estão aparecendo. Todo trabalho e todo esforço sempre valem a pena - comenta.

Quatro parcerias lutam pelo título da temporada 2008 do Circuito Brasileiro: Vivian/Larissa, com 3.360 pontos, Maria Clara/Carolina (RJ), com 3.000, Maria Elisa/Val (PE/RJ), com 2.840, e Renata/Talita (RJ/AL), 2.800.

De acordo com o regulamento da competição, os onze melhores resultados de cada atleta são contabilizados para a definição da dupla campeã.

Como não disputaram as etapas de Cáceres (MT) e Recife (PE), respectivamente, Renata/Talita e Maria Elisa/Val não terão que descartar nenhum resultado até o fim do ano. Assim, vencendo as duas etapas restantes, poderiam somar mais 800 pontos cada, chegando a 3.600 e 3.640, respectivamente.

Vencendo as duas últimas etapas do ano, Maria Clara e Carolina chegariam a 3.800 pontos. No entanto, teriam que descontar o pior dos doze resultados obtidos - 240 pontos -, atingindo um máximo de 3.560 pontos. Sendo assim, Vivian e Larissa precisam apenas do terceiro lugar, que renderia à dupla mais 320 pontos, totalizando 3.680 pontos, mais do que qualquer outra parceria poderá alcançar.

Levando em conta o retrospecto da dupla, formada no fim de agosto, a possibilidade é animadora. Em cinco torneios juntas - quatro pelo Circuito Brasileiro e um pelo Circuito Mundial -, apenas uma vez a parceria ficou fora do pódio. Além disso, Larissa tem do ano passado uma lembrança extremamente positiva da capital cearense: foi nas areias da Iracema que Juliana e ela asseguraram o tricampeonato do Circuito Mundial.

- Nosso desempenho vem sendo muito bom. Se mantivermos a regularidade, temos tudo para sair da etapa como campeãs. Esta conquista teria um significado muito especial para mim. Passei por dificuldades com a contusão da Juliana, mas me preocupei em me empenhar ao máximo e me superar a cada etapa. Consegui, ao lado da Vivian, formar um time competitivo em pouco tempo e ver o resultado deste trabalho é gratificante - completou Larissa.

A etapa cearense do Circuito Brasileiro terá início na próxima quinta-feira, com a disputa do torneio qualifying. Na sexta-feira, será realizada a fase classificatória do torneio principal, enquanto a etapa eliminatória acontecerá no sábado. No domingo, serão disputadas as finais e decisões de terceiro lugar.