Goiás cede à pressão e reduz ingressos para R$ 150

JB Online

BRASÍLIA - Após muitas reclamações com o anúncio que cobraria R$ 400 pelas entradas para o jogo decisivo com o São Paulo, que pode garantir o hexacampeonato ao time do Morumbi neste domingo, a diretoria do Goiás cedeu às pressões e reduziu os valores cobrados para R$ 150 no duelo marcado para o Estádio Bezerrão, no Gama, no Distrito Federal.

O presidente Pedro Ferreira Goulart confirmou as alterações nos valores. Antes da decisão, o clube goiano pedia R$ 400 pelas entradas, podendo ainda ser reduzidas a R$ 200 aos torcedores que levassem 1 kg de alimento, roupas ou outras doações para as vítimas das enchentes de Santa Catarina.

Segundo o cartola, a redução só foi possível graças a uma ligação do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, anunciando que, em conjunto com a Confederação Brasileira de Futebol, eliminou uma série de custos, o que permite a diminuição do preço das entradas.

- A Federação tirou a taxa. As despesas que iam ser de mais de R$ 100 mil foram abatidas e o aluguel do estádio também não será cobrado. Assim, estamos em condição de fazer esses valores. Tivemos a cabeça fria no sinal de que havia necessidade de entrar em acordo em benefício da torcida e sobre tudo da CBF, que já estava de calças curtas, disse o presidente.

O dirigente ainda confirmou que a decisão do clube esmeraldino em colocar valores tão expressivos para um jogo de futebol aconteceu por conta da forma arbitrária como a CBF transferiu o jogo - antes mesmo da oficialização da punição sobre o Goiás, a entidade já havia determinado o Bezerrão como local do confronto, segundo Goulart.

- O problema todo nasceu disso, porque tínhamos o direito de escolher. Tivemos proposta de vários estados que queriam comprar o jogo e assumiriam o custo. Se nós tivemos esse desgaste nacional, foi em virtude de a CBF marcar o local sem a nossa consulta, o que dificilmente aconteceria se fosse algum clube que tem nome grande em todo o Brasil, criticou.

Com os novos valores cobrados, a meia-entrada sairá por R$ 75 aos que comparecerem com comprovante de escolaridade, ou ainda com as doações aos catarinenses. Diante da mudança e da reduzida capacidade de 20 mil lugares do estádio do Gama, o cartola acredita que o Bezerrão estará lotado na tarde de domingo.

- Vai supelotar e ainda vai sobrar muita gente do lado de fora. Eu já vi muitas empresas correndo atrás dos ingressos. Mesmo naquele valor (R$ 400), tivemos várias propostas para comprar ingressos. Então mesmo assim vai lotar bastante, disse.