Renato despista, mas Edmundo e Leandro Amaral devem jogar juntos

Márcia Vieira, Jornal do Brasil

RIO DE JANEIRO - Renato Gaúcho não confirma, mas a dupla Edmundo e Leandro Amaral deve ser a grande arma do Vasco no jogo de quarta-feira, contra o Atlético-MG, no Mineirão. Se na partida contra o Santos o técnico foi cauteloso em não escalar dois jogadores que vinham de contusão, contra a equipe mineira o treinador não deve abrir mão de sua força máxima. Principalmente após o meia Alex Teixeira levar o terceiro cartão amarelo e ter de cumprir suspensão automática.

Na minha cabeça o time está definido despistou Renato, que tem Leandro Bomfim, Pedrinho e Ernane como outras opções para o setor.

Depois da grande exibição de Edmundo contra o time santista, o treinador dificilmente irá desfazer a dupla que já fez 22 gols dos 52 marcados pela equipe no Brasileiro. Um índice nada desprezível de 42,30%. Ainda mais sabendo que, depois do jogo de quarta, o Vasco terá uma folga na tabela e só voltará a jogar no dia 23 de novembro, contra o São Paulo, em São Januário. Tempo mais do que suficiente para o jogador de 37 anos se recuperar.

Alto astral

Em boa forma, Edmundo anda em lua-de-mel com as redes e com a torcida. Nos últimos cinco jogos, marcou cinco vezes. Só passou em branco contra o Atlético-PR, quando foi substituído no intervalo, por causa de uma lesão muscular.

Outra coisa que pode contar a favor do veterano é o fato de ele estar perto de quebrar mais uma marca em sua carreira. Está apenas a dois gols de se igualar a Romário como o segundo maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro (155 a 153). E, principalmente, muito perto de pendurar as chuteiras.

Faltam poucos jogos para eu parar. Fico feliz de ver os torcedores alegres. A torcida sempre esteve ao nosso lado e nos incentivou disse o jogador, logo após o jogo contra o Santos.

Segundo o médico Clóvis Munhoz, Edmundo reclamou de dores musculares após o jogo de sábado. Mas isso não vai impedi-lo de jogar. Tanto é que treinou com desenvoltura nesta segunda-feira de manhã, antes da viagem para Belo Horizonte.

Outro fato que pesará muito para a sua escalação é a importância do Vasco em conquistar os três pontos nesta rodada que Renato Gaúcho considera estratégica. Ocupando a 15ª posição e estando a um ponto da zona de rebaixamento, se vencer em Minas o time terá a chance de se distanciar ainda mais na tabela, porque alguns de seus adversários jogam entre si e irão perder pontos. Casos de Fluminense e Portuguesa, que se enfrentam no sábado. O Náutico encara o Cruzeiro, que ainda sonha com o título.

No treino desta terça-feira à tarde na Toca da Raposa 2, em Belo Horizonte, Renato deve fazer apenas um recreativo. A tendência é que o time titular comece com Rafael, Eduardo Luiz, Jorge Luiz e Odvan; Wagner Diniz, Jonílson, Mateus, Madson e Rodrigo Antônio; Leandro Amaral e Edmundo.

Treinador evita falar sobre o ano que vem

Com contrato até o dia 7 de dezembro, Renato Gaúcho dificilmente continuará no Vasco na próxima temporada. Nesta segunda, o técnico preferiu não comentar as especulações que apontam o Flamengo ou o Grêmio como o seu futuro endereço, em 2008.

Eu não falo de outro assunto que não seja tirar o Vasco da zona de rebaixamento até o fim do meu contrato comentou o treinador, que tenta aproveitar o alívio na tabela para melhorar sua imagem, arranhada desde a perda da Libertadores com o Flumimense.

O presidente Roberto Dinamite disse que espera contar com Renato na próxima temporada.

Ele foi contratado para tirar o Vasco da zona de rebaixamento. Mas como o trabalho está sendo bem executado, a renovação seria natural - explicou o dirigente. A diretoria não vai fazer loucuras e nem fugir de sua realidade financeira para mantê-lo. Mas gostaria que ele ficasse.

IMG negocia com o clube

A diretoria do Vasco se reuniu nesta segunda-feira com a IMG, empresa americana que tenta ganhar a concorrência para realizar as obras de ampliação e modernização do estádio de São Januário. Este foi o primeiro encontro com empresa, que é especialista na construção e na remodelação de estádios. A diretoria já havia se reunido com a portuguesa Lusoarenas e a americana Link.