Segue o castigo de Adriano na Inter

REUTERS

MILÃO - O atacante Adriano ficou de fora da escalação da Inter de Milão pelo segundo jogo consecutivo do Campeonato Italiano. O castigo, imposto por José Mourinho, se dev ao fato de o 'Imperador' ter sido flagrado na noitada em Milão ao lado de Ronaldinho Gaúcho.

Adriano não participará do próximo jogo da Inter, sábado, contra o Reggina, na casa do adversário. O atacante já havia ficado de fora do empate sem gols contra a Fiorentina.

- Se alguém se dedicou a ele, não apenas como técnico mas também com o coração de um colega de trabalho, essa pessoa sou eu, afirmou em uma entrevista coletiva Mourinho, ex-técnico do Porto e do Chelsea. - No entanto, não podemos nos esquecer de que há um grupo no qual regras devem ser seguidas. Adriano, naturalmente, seria importante para o jogo de amanhã, mas os princípios vêm na frente.

O brasileiro já havia deixado Mourinho frustrado com sua indisciplina tática no empate de 0 x 0 contra o Genoa. Na oportunidade, meios de comunicação italianos disseram que Adriano havia ficado até tarde em uma boate.

O atacante argentino Julio Cruz, que desagradou Mourinho por não fazer o que o técnico lhe pedia na partida contra o Genoa, é outro nome que ficou de novo fora da escalação. No entanto, o problema do argentino seria físico e não disciplinar.

A Inter, atual campeã italiana e quarta colocada na temporada deste ano, depois de nove jogos, tem atuado de forma pouco consistente nos quatro meses de comando de Mourinho. Mas o técnico português disse ser prematuro comparar o trabalho dele com o de Mancini, demitido do cargo em maio após levar a Inter a conquistar um terceiro título consecutivo.

- Se quisermos fazer comparações, devemos fazê-las no final da temporada, em maio, disse.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais