Vitória breca reação do Fluminense em empate no Barradão

JB Online

SÃO PAULO - Após vencer na estréia do técnico Renê Simões, o Fluminense voltará a viver momentos de tensão pelo rebaixamento no Campeonato Brasileiro. No complemento da 30ª rodada da competição nacional, a equipe carioca foi até Salvador, chegou a virar o placar, mas no final ficou no empate por 2 a 2 com o Vitória, no Estádio do Barradão, na tarde deste domingo.

É o quarto jogo seguido sem derrota do Flu, o segundo de Renê à frente do clube, que obteve três empates e uma vitória no período. A equipe fica em 15º lugar com 31 pontos, apenas três de vantagem para a zona de perigo. Caso Náutico (16º com 30 pontos) e Portuguesa (18º com 28), que ainda jogam neste domingo, vençam suas partidas, os cariocas voltarão à zona de rebaixamento.

O Vitória vai se afastando cada vez mais de seu sonho de conseguir a classificação para a próxima Copa Libertadores. Os baianos ficam em 10º lugar, com 45 pontos, oito atrás da zona de classificação para a principal competição continental.

O Fluminense começou botando pressão e logo aos dois minutos, Arouca recebeu ótimo lançamento de Conca, entrou na área livre e chutou na trave esquerda do goleiro Viáfara, perdendo a primeira grande chance para marcar.

O Vitória se assustou e o Fluminense deu outro susto na torcida baiana aos cinco minutos, quando Éverton Santos arrancou pela esquerda obrigando o goleiro do Vitória a sair nos pés do atacante da equipe carioca. Logo depois, o volante Romeu que foi atingido por Williams no primeiro minuto, não suportou as dores no pé e foi substituído por Welington Monteiro.

Depois dos dois sustos, o time baiano começou a se organizar de forma mais ofensiva, mas o Flu voltou a ter nova boa chance aos 12 minutos quando o zagueiro Edcarlos apareceu livre na frente de Viáfara mas foi bloqueado no momento do chute quando tinha tudo para marcar.

Quando o Fluminense estava melhor em campo, o Vitória abriu o marcador aos 15 minutos. O lateral Rafael tabelou com Robert, deu dois dribles no volante Fabinho na entrada da pequena área e chutou sem chances para o goleiro Fernando Henrique. Com a vantagem, o time baiano eqüilibrou a partida e teve outra boa chance em cabeçada de Thiago Gomes depois de cruzamento de Rafael. Fernando Henrique defendeu com firmeza.

Aos 22 minutos, o árbitro Leandro Vuaden paralisou a partida para que os jogadores pudessem beber água já que o calor em Salvador, onde não existe horário de verão, estava muito forte. No reinício, o Flu teve outra chance para marcar quando Conca deu passe preciso para Washington que entrou na área e chutou em cima do goleiro Viáfara. A resposta da equipe da casa veio aos 27 em chute de Rafael que explodiu no travessão de Fernando Henrique.

Aos 36, Conca foi derrubado na intermediária. O zagueiro Thiago Silva acertou um violento chute de curva sem nenhuma chance de defesa para o goleiro Viáfara, empatando a partida. No último lance do primeiro tempo, Robert arrancou pela direita e chutou cruzado mas Fernando Henrique defendeu com segurança.

O Flu voltou para o segundo tempo com Ciel no lugar do desgastado Everton Santos e logo aos dois minutos, o clube das Laranjeiras desempatou a partida. Conca cobrou falta e Thiago Silva, livre na área, concluiu em cima de Viáfara. No rebote, Washington empurrou para as redes.

O gol desorientou o Vitória e o time carioca seguiu pressionando, principalmente com Ciel que dava muito trabalho aos zagueiros baianos. O técnico Vágner Mancini trocou Leandro Domingues pelo veterano Ramon mas o Fluminense continou melhor em campo. Aos 19, Arouca dominou dentro da área e recuou para Conca chutar com grande perigo.

Mesmo sem jogar bem, o Vitória acabou chegando ao empate aos 20 minutos através de Marquinhos que dominou na meia-lua e bateu colocado sem chances para Fernando Henrique. Animado com o gol, os baianos quase chegam ao terceiro em chute de Ramon, mas o goleiro do Fluminense fez ótima defesa.

O time carioca perdeu o lateral Carlinhos, contundido, e sem reserva da mesma posição no banco, Renê improvisou o zagueiro Sandro na posição. Aos 29, o zagueiro Leonardo Silva agarrou Washington na área mas o árbitro nada marcou para desespero do jogador tricolor.

Apesar do desgaste, os dois times seguiram procurando o gol até o fim e aos 46, no último lance importante do jogo, o atacante Ciel deu passe a Washington dentro da área. O atacante chutou e a bola bateu na mão de Thiago Gomes, e o árbitro nada marcou, provocando reclamações gerais por parte dos jogadores cariocas.

Na próxima rodada, o Flu segue em sua luta para escapar do rebaixamento contra o Palmeiras, no próximo sábado, às 16h (de Brasília), no Maracanã. O Vitória não fica atrás e enfrenta o São Paulo, em São Paulo, nesta quinta-feira, às 20h30 (de Brasília).