Aguero preocupa Atlético para o dérbi de Madri

Portal Terra

SÃO PAULO - Para o Atlético de Madrid, da Espanha, pouco importa o resultado da partida entre Chile e Argentina, muito menos as declarações do ex-técnico dos argentinos Alfio Basile dizendo que Aguero é um desastre. O que deixa os madrilenhos preocupados são as dores na coxa que incomodam o atacante desde antes da derrota em Santiago, por 1 a 0, na Eliminatória Sul-Americana à Copa do Mundo de 2010.

Há semanas o jogador vem sentindo um incomodo no musculo adutor da coxa direita e corria o risco de não partipar das partidas da seleção Argentina pelas eliminatórias. Mas Basile manteve o jogador nos jogos contra o Uruguai e Chile, o que coloca em risco a participação do atleta no dérbi do próximo sábado, contra o Real Madrid.

O técnico do Atlético, Javier Aguirre, inclusive mudou o esquema de treinamento para essa semana e cancelou o tradicional treino pela manhã que dá no dia anterior de todas as partidas da liga. Para contar com todos os atletas inteiros para o Derbi, principalmente Aguero e o colombiano Perea, Aguirre marcou um treino com os jogadores nesta sexta-feira, com portões fechados para a torcida e imprensa.

O uruguaio Diego Forlan, companheiro de Aguero no ataque do Atlético de Madrid, também mostrou preocupação com as dores sentidas pelo jogador e disse que não precisa treinar com o argentino, pois os dois já estão bem entrosados.

- Nós todos conhecemos Aguero e sabemos como ele joga. Treinar ou não com ele é o de menos. A coisa mais importante é a fadiga acumulada no musculo da coxa, mas espero que tudo fique bem para o derbi e ele possa jogar - declarou ao jornal espanhol Marca, o atacante Forlan.

Atlético de Madrid e Real Madrid fazem o dérbi da cidade no próximo sábado, às 15h (de Brasília), no Estádio Vicente Calderón, casa do Atlético.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais