Após jogo fraco, Kaká garante: não faltou luta

Portal Terra

RIO - O reencontro de Kaká com a torcida brasileira depois de quase um ano dificilmente poderia ter sido pior. Após receber uma homenagem na calçada da fama do estádio, o jogador havia traçado com objetivo a vitória sobre a Colômbia. No entanto, pela terceira vez consecutiva, a equipe ficou no 0 a 0 em casa. Segundo o meia do Milan, o cansaço pode explicar os seguidos tropeços.

- Os segundos jogos a gente tem feito em casa e acho que o cansaço tem prejudicado um pouco. Eu senti, afirma o jogador. De domingo para segunda-feira, a Seleção Brasileira viajou por 14 horas entre San Cristóbal, local da vitória por 4 a 0 sobre a Venezuela, ao Rio de Janeiro. O cansaço dos atletas justificou o cancelamento do treino que estava marcado para o dia da chegada ao Brasil.

Kaká admite que a Seleção Brasileira não jogou bem contra a Colômbia, mas explica o fato pelo desgaste físico.

- Não faltou luta. Acho que precisava ter mais movimentação, mas quando o time não está bem fisicamente, falta perna, completa.

De volta à Seleção Brasileira, Kaká pede que a equipe não se desespere. Na opinião do camisa 10, o segundo lugar na tabela de classificação das Eliminatórias sul-americanas mostra que o sinal de alerta não precisa ser ligado. O técnico Dunga concorda e diz que o momento é de paciência.

- Acho que é um pouco exagerado o momento de crítica. Claro que a gente não jogou um bom futebol, mas é preciso ter um pouco de equilíbrio neste momento.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais