Paraguai sofre, mas bate lanterna Peru e dispara

JB Online

ASSUNÇÃO - Em partida válida pela 10ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2010, o líder Paraguai venceu o lanterna Peru por 1 a 0, no Estádio Defensores del Chaco, em Assunção. O gol foi marcado por Edgar Benítez, aos 36min da etapa complementar.

Com o resultado, o Paraguai mantém 100% de aproveitamento em casa, chega a 23 pontos, sete a mais que Brasil e Argentina, que ainda jogam. O Peru, por sua vez, permanece com 7 pontos, na última colocação da tabela.

As duas equipes só voltam a atuar pelas Eliminatórias em março de 2009. O Paraguai visitará o Uruguai, enquanto o Peru recebe a seleção do Chile.

Encontrando um forte esquema defensivo da formação peruana, os donos da casa tiveram dificuldades na armação de jogadas e, inclusive, sofreram o primeiro lance de maior perigo na partida.

Aos 23min do primeiro tempo, Marino aproveitou bola levantada na área e desviou de cabeça, obrigando o goleiro paraguaio Justo Villar fazer ótima defesa, espalmando sobre o travessão.

A resposta veio seis minutos depois. Barreto cobrou falta do bico da área, Valdez desviou no meio do caminho e Leao Butrón fez excelente defesa, impedindo o gol paraguaio.

No retorno do intervalo, o Paraguai partiu para cima, em busca de conquistar mais um triunfo no Defensores del Chaco. Em casa, os atuais líderes das Eliminatórias haviam vencido suas quatro partidas.

Aos 16min, Julio Cáceres cabeceou forte após escanteio e Butrón espalmou pela linha de fundo. Em nova cobrança, Valdez aproveitou desvio na segunda trave e, de puxeta, fez o arqueiro peruano evitar o gol no reflexo.

Depois de jogadas sem criatividade, o Paraguai conseguiu inaugurar o marcador na jogada que mais perigo levou aos visitantes. Em mais um escanteio, Edgar Benítez se aproveitou de bate-rebate na área e marcou: 1 a 0.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais