Seleção não quer entrar na 'pilha' de Valdívia

Bernardo Ramos, Portal Terra

TERESÓPOLIS - Alguns dos jogadores da Seleção Brasileira, que enfrentará o Chile neste domingo, às 22h (de Brasília) pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo, em Santiago, já enfrentaram Valdívia, um dos principais atletas da equipe comandada pelo argentino Marcelo Bielsa. No entanto, não é apenas a habilidade do ex-meia do Palmeiras que chama a atenção.

- Vamos ter de marcá-lo com força, mas sem apelar. Também precisamos ficar espertos para não entrarmos na pilha dele, afirmou Kléber, lateral do Santos e rival de Valdívia quando o chileno atuava pelo Palmeiras.

O santista cita como exemplo do temperamento forte do chileno um clássico disputado entre os dois grandes de São Paulo no ano passado.

- Naquela partida, o Fabiano (então jogador do Santos) marcou com lealdade, mas o Valdívia perdeu a cabeça, completou.

Quem também chama a atenção para o meia da seleção do Chile é o goleiro Julio César.

- Já o enfrentei e sei que temos de ficar de olho, é um jogador muito habilidoso, afirmou o ex-camisa 1 do Flamengo, que completou 29 anos na última quarta-feira.

Com a chegada de Robinho nesta quarta-feira, a Seleção Brasileira já está completa para o confronto do próximo domingo. Dois desfalques estão confirmados, o zagueiro Juan e o volante Lucas, por suspensão.