Bolívia terá dois desfalques contra o Brasil

Agência AFP

LA PAZ - A seleção da Bolívia não contará com os volantes Didí Torrico e Jhasmani Campos, ambos contundidos, para enfrentar Equador e Brasil pelas eliminatórias da Copa do Mundo, conforme informou nesta quarta-feira o técnico Erwin Sánchez.

- Os dois estão com problemas no joelho e não conseguirão se recuperar, explicou o técnico boliviano, ao final do treino realizado na cidade de Cochabamba, de onde a Bolívia seguirá para Quito, na quinta-feira.

Segundo o técnico, Torrico estava nos seus planos depois que atuou bem em La Paz na partida contra o Paraguai, e Campos por ser um jogador que pode desequilibrar.

Além de Campos e Torrico, não viajarão ao Equador o goleiro Sergio Galarza e os zagueiros Cristian Vargas e Edemir Rodríguez, que ficarão treinando para o jogo contra o Brasil, no dia 10 de setembro.

Sánchez revelou que pode convocar o veterano atacante Jaime Moreno, do DC United dos Estados Unidos, para a partida contra o Brasil, algo que dependerá do resultado do jogo contra o Equador.