Para Bernardinho, EUA não são superiores

JB Online

RIO - Na chegada ao Brasil após a conquista da medalha de prata em Pequim, o técnico da Seleção Brasileira masculina de vôlei, Bernardinho, afirmou que os Estados Unidos, carrasco do Brasil na decisão pelo ouro, não são superiores à equipe verde e amarela, mas sim que foram superiores naquele momento.

- Não acho que são superiores. Foram naquele momento. Tiveram um saque muito bom. Nós tivemos a chance de empatar a partida. Tivemos chance de fechar, mas naquele momento eles estavam melhores. Quase perderam para a Sérvia e quase perderam para a Rússia. Não estou tirando o mérito deles, muito pelo contrário, afirmou o treinador brasileiro.

Quando questionado sobre qual era sua motivação para continuar à frente da Seleção, Bernardinho foi direto e afirmou que, se permanecer, quer ver os jogadores com a mesma vontade de sempre.

- O que mais me motiva é estar com esse grupo e o segundo é o desafio. Espero que consiga continuar com essa vontade e quero encontrar esses rapazes com a mesma vontade que estavam, afirmou.

- O Brasil acabou perdendo na final. Mesmo assim a Seleção sai mais uma vez premiada. Depois disso a gente vai pensar no futuro, completou o treinador sobre seus planos no comando da Seleção Brasileira.