Pilotos criticam condições de pista de Campo Grande

Portal Terra

CAMPO GRANDE - No primeiro dia de atividades de pista em Campo Grande, a maioria dos pilotos da Stock Car criticou o asfalto do circuito sul-mato-grossense, palco da 5ª etapa da Copa Nextel neste sábado. O melhor do dia foi Cacá Bueno com o tempo de 1min29s003.

Pela manhã, os competidores reclamaram muito da sujeira na pista e de pedaços de asfalto que estavam se soltando.

- Como acontecem poucas corridas aqui, não há aderência nos pontos de frenagem e nas curvas. Foi muito difícil guiar - destaca André Bragantini Júnior, que ficou a um segundo de Cacá nos treinos desta quinta.

O companheiro de equipe, Norberto Gresse, também notou a queda de rendimento do carro no decorrer do treino.

- O asfalto daqui é bastante abrasivo, desgastando muito os pneus. Estamos trabalhando para encontrar um bom acerto para a prova - justifica.

Sem usar pneus novos, o campeão e o vice da Stock Light no ano passado estão confiantes para o classificatório, marcado para às 10h15 (11h15 no horário de Brasília).

- Vamos tentar repetir o desempenho da etapa de Curitiba, quando largamos entre os 15 primeiros - lembra Bragantini.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais