Treino da Rússia tem Hiddink "brincalhão" e "celebridades"

Portal Terra

VIENA - A seleção espanhola está a cinco horas de Viena. Alemanha e Turquia, que se enfrentam nesta quarta-feira, já estão na Basiléia, em solo suíço. Para o batalhão de jornalistas do mundo inteiro baseados na capital austríaca, só sobrava mesmo o treino da Rússia para acompanhar de perto.

O acanhado estádio Franz Horr, sede do Austria Viena, foi o palco do treino, aberto para jornalistas por meia hora. Foi tomada boa parte de uma das arquibancadas - a capacidade total é de 12 mil pessoas.

O que se viu foi um Guus Hiddink brincalhão e participando do "bobinho" junto com os jogadores. Em determinado momento, até deu uma ¿gravata¿ em um de seus pupilos só para sair do meio da roda. Ficou por muitos minutos, também, fazendo embaixadinhas e trocando passes com seus dois auxiliares técnicos.

A Rússia passou para o mundo uma imagem de total descontração e união do grupo de jogadores. Quando começou o trabalho tático, porém, ninguém pôde ficar para ver.

Além do mais, uma funcionária da Uefa avisou que não haveria uma zona mista para que os jornalistas pudessem conversar com Hiddink e os jogadores após o treino - como havia sido prometido pelo próprio site da Uefa.

Neste momento, os (poucos) jornalistas russos presentes viraram celebridades. Dois deles, ainda jovens, sabiam falar em inglês e viraram alvos de TVs da Noruega, Israel, Japão, Grã-Bretanha, Itália e Irlanda, fora outros jornalistas de meios impressos.

- Eu entendo o trabalho de vocês, é o mesmo que o meu, então não tem problema - comentou pacientemente Roman Anin, do jornal Novaya Gazeta, entre uma entrevista e outra.

Também viraram "estrelas" três jovens russas que moram em Viena. Elas não puderam ver o treino por não terem credencial de imprensa.

- Estão todos loucos na Rússia por causa dessa seleção e o Guus Hiddink é um mestre. Espero que na final a gente possa derrotar a Turquia - disse uma delas.

Questionada sobre a razão da preferência, ela voltou até as Eliminatórias da Euro para explicar.

- É que russos e croatas somos amigos e eles ganharam da Inglaterra para que a gente estivesse aqui participando. Como a Croácia perdeu da Turquia nos pênaltis, podemos vingá-los na decisão -

Nesta quarta, véspera da partida, os russos, assim como os espanhóis, vão treinar no próprio estádio Ernst Happel, de Viena, palco da semifinal.