Pelé inaugura exposição em SP e enaltece futebol

Portal Terra

SÃO PAULO - Principal atleta do último século, Pelé inaugurou nesta terça-feira, no Estádio do Pacaembu, em São Paulo, a exposição "As Marcas do Rei", que relembra momentos marcantes da carreira do ex-camisa 10 da Seleção Brasileira, do Santos e do Cosmos (EUA). No evento, o ex-jogador enalteceu o futebol, classificando-o como algo essencial para as pessoas.

- Infelizmente, no mundo inteiro não existe um museu do futebol, e o futebol é a coisa mais importante para o ser humano. Para quem não sabe ou não tem essa informação, a Fifa tem mais filiados do que a ONU - disse Pelé no auditório do Museu do Futebol do Pacaembu.

- A coisa mais maravilhosa é que a gente tem os registros das coisas que eu vivi na carreira, e é isso que devemos deixar para as futuras gerações - completou Pelé sobre a exposição, que deve rodar o Brasil inteiro e será lançada para o público em Brasília, nesta quarta-feira.

Em seguida, a exposição chegará a São Paulo e será a primeira do Museu do Futebol do Pacaembu, que deve abrir as portas em agosto deste ano.

- Não gosto de falar em prazo, mas nós temos a meta de concluir as obras do museu até o final de agosto, quando devemos fazer uma grande festa para dar início a essa exposição - disse o prefeito Gilberto Kassab.

Acompanhado do secretário municipal de Esportes, Walter Feldmann, o político esbanjou confiança no espaço.

- Tenho certeza que, se não for o maior museu em número de visitantes de todo o Brasil, ele vai estar entre os três primeiros, pelo menos - declarou.

Na saída do evento, Pelé fez um breve comentário sobre a atual situação da Seleção Brasileira.

- Quando se perde ou quando não está tudo bem, é fácil criticar. Acho que não é hora para isso - disse o ex-jogador sobre a equipe comandada por Dunga, atual quinta colocada nas Eliminatórias à Copa de 2010.