Muricy explica bom comportamento e reação da equipe

JB Online

SÃO PAULO - O São Paulo é o time que menos cartões amarelos recebeu no Campeonato Brasileiro. Até aqui foram apenas 13 advertências em sete partidas (menos de dois amarelos por jogo), sempre para jogadores diferentes, o que deixa o time sem nenhum atleta pendurado.

A disciplina do time em campo tem explicação, segundo o técnico Muricy Ramalho.

- Com tempo para treinar melhora tudo. Os jogadores ficam mais preparados, chegam na bola no tempo certo e erram menos. É natural. Por isso valorizamos tanto a preparação - explica.

O técnico são-paulino ressalta outros valores que o time ganhou neste período de treinos. Já são cinco semanas seguidas que o time faz jogos somente no final de semana, possibilitando uma preparação mais adequada aos jogadores.

- É nítida nossa evolução. As vitórias recentes não vieram por acaso. O último jogo é um bom exemplo disso. O gol do Hugo aos 45 minutos do segundo tempo veio porque nós insistimos até o fim, pois o time agora está mais inteiro - afirma Muricy, que já se preocupa com a maratona que o time terá a partir da outra semana.

- Daqui a pouco começa aquele seqüência de joga/dorme/joga e não treina. Aí o futebol fica até mais feio, porque ninguém tem tempo para treinar. Por isso estamos aproveitando este período para intensificar não só a parte física, mas a tática também - relata.

O preparador físico Carlinhos Neves explica também como tem aproveitado este período de cinco semanas com apenas um jogo a cada sete dias.

- Iniciamos as semanas dando ênfase a parte física [com a parte tática sendo trabalhada do meio para o final] já projetando o segundo semestre, que será duríssimo. Foi um período de reestruturação, uma espécie de correção pelo tempo que não tivemos no começo do ano. O Hugo é um grande exemplo. Ele não vinha jogando e estava aquém dos demais. Com essa parada, voltou a ficar em grande forma - revela.

Depois da partida contra o Cruzeiro, o São Paulo entra na última semana 'livre' para treinos. Será um período de avaliação muscular e aeróbica, quando a partir dos resultados a comissão técnica elabora nova planilha de treinos para a temporada.