Fluminense tem chance de fazer história no Maracanã

JB Online

RIO - O técnico Renato Gaúcho pode fazer história no Fluminense na noite desta quarta-feira. Se o time tricolor empatar em 0 a 0 ou 1 a 1 com os argentinos do Boca Juniors, no Maracanã, estarão classificados para as finais da Taça Libertadores, feito inédito para a equipe das Laranjeiras.

No primeiro jogo das semifinais, na última quarta-feira, em Buenos Aires, os dois times empataram em 2 a 2 e garantiu a vantagem do empate. E nesta noite, diante de um Maracanã lotado - os ingressos se esgotaram ainda na semana passada - a torcida pode presenciar a inédita classificação.

Os jogadores do Flu, no entanto, tentam manter a tranqüilidade antes da partida definitiva. O técnico Renato Gaúcho prefere o isolamento na manhã da partida, e só deve sair de casa horas antes do jogo decisivo.

O meio-campo Cícero afirmou que todo atleta fica nervoso diante de um jogo como esse.

- Não dá para dizer que não se fica ansioso para um jogo como esse. Quem diz o contrário, é mentiroso. É o tipo de partida que todo mundo quer estar presente - avaliou.

A equipe argentina desembarcou no Rio na noite da última terça-feira e sua principal arma - o jogador Riquelme - está confirmado para a partida desta quarta. Os jogadores chegaram a fazer um reconhecimento do gramado do Maracanã.

O Fluminense, por sua vez, possui 23 pontos na competição, contra 21 do Boca Juniors e está invicto em jogos no Rio pela Libertadores.

Conta a favor do Boca o retrospecto de ter eliminado seus adversários fora de casa nesta competição: venceu o Cruzeiro, no Mineirão, nas oitavas-de-final e o Atlas, do México, que perdeu em casa nas quartas.

- É um jogo para se errar o menos possível. São 50% de chance para cada um. A presença da nossa torcida será importante para nos incentivar e a chegar ao resultado positivo - finalizou Cícero.