China está alerta contra uso ilegal de logotipos

JB Online

PEQUIM - Os organizadores dos Jogos Olímpicos de Pequim estão em alerta contra a veiculação ilegal de logotipos e imagens dos Jogos por companhias que optaram por negar patrocínio ao evento esportivo, com o objetivo de assegurar os direitos de uso dos apoiadores oficiais.

- Ao promover os produtos ou serviços de uma companhia, se ela não é patrocinadora do evento, agências de publicidade não devem enganar consumidores com a informação de que a empresa patrocina a Olimpíada - alertou o vice-diretor do Departamento de Marketing do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Pequim, Chen Feng.

Entre 1º e 27 de agosto, publicidades não autorizadas, com figuras dos atletas, treinadores ou funcionários vinculados à Olimpíada, serão suspensas. Operadores de mídia também devem aumentar inspeções voltadas a publicidades de não patrocinadores, a fim de evitar farsas.

- Os patrocinadores olímpicos que apóiam o evento receberam direitos exclusivos de usufruir os benefícios das propriedades intelectuais olímpicas - afirmou Chen.

Chen também citou exemplos de violação a direitos autorais como companhias que, sem autorização, ofereceram ingressos para provas esportivas do evento olímpico como prêmio ou usam símbolos olímpicos, como tocha e mascotes, em suas campanhas publicitárias.

(Com informações da Agência Xinhua)