Flamengo empata com o Grêmio em 0 a 0

Hugo Cals, JB Online

RIO - Depois de vencer o Santos na estréia do Brasileirão 2008 por 3 a 1, o Flamengo empatou com o Grêmio por 0 a 0 em Porto Alegre, no estádio do time gaúcho. Com Souza e Obina machucados, a dupla de ataque do rubro-negro foi composta por Diego Tardelli e Marcinho, uma aposta do técnico Caio Jr., recém-contratado pelo clube.

Aos 4 minutos do primeiro tempo, o Flamengo surpreendeu a defesa do Grêmio e quase abriu o placar. Com passe de Juan, Diego Tardelli recebeu a bola na área adversária mas não conseguiu finalizar a jogada.

No contra-ataque, Roger viu bem a passagem de Hélder e fez o giro. O camisa 5, que jogava no Flamengo no ano passado, cruzou na pequena área e o zagueiro Fábio Luciano afastou de qualquer maneira.

Aos 9 minutos, o Grêmio atacou novamente e o goleiro Bruno e o zagueiro Juan foram defender a mesma bola e acabaram se chocando. Em seguida, Bruno lançou em profundidade para o próprio Juan mas o lateral esquerdo demorou para tocar e acabou perdendo a bola.

Em um jogo bastante equilibrado, os dois times atacaram bastante, mas também tiveram que defender contra-ataques. Aos 17 minutos, Rafael Carioca entrou na área Flamenguista e na chegada de Ibson o jogador se jogou no chão e pediu pênalti. O árbitro mandou seguir a partida.

O Flamengo partiu para o ataque com Ibson que aos 22 minutos lançou Marcinho em profundidade, que partiu em velocidade. Atacante tentou Diego Tardelli no meio da área, mas o toque sai forte demais. O atacante, mostrando disposição correu muito durante todo o jogo para tentar conquistar vaga de titular.

O atacante gremista Perea quase abriu o placar para o time gaúcho aos 30 minutos. Depois de girar na entrada da área, Perea soltou uma bomba que rendeu uma bela defesa para o goleiro Bruno.

Próximo ao fim do primeiro tempo, Roger chegou na entrada da área rubro-negra e encenou uma falta se jogando no chão na chega de Toró, que marcou o atacante por todo o jogo. O árbitro mandou a partida seguir. Com três minutos de acréscimo, a primeira metade do jogo terminou sem gols.

Com a saída de bola do Grêmio, o segundo tempo da partida começou sem mudanças nos dois times. Com um minuto, o Grêmio perdeu uma grande oportunidade de abrir o placar. Pereira cabeceou, mas a bola bateu na trave. Aos seis minutos, o time gaúcho atacou de novo, mas o chute forte de Helder bateu do lado de fora da rede do goleiro Bruno.

Buscando mudanças no time, o técnico Caio Jr. substituiu Klebérson por Renato Augusto. Em seguida, o zagueiro Rever recebeu cartão amarelo depois fazer falta em Diego Tardelli. Leonardo Moura cruzou na pequena área, Léo não cortou e a bola passou entre as pernas de Marcinho. No contra-ataque, o Grêmio perdeu outra ótima oportunidade de marcar.

A entrada de Renato Augusto fez bem ao Flamengo que passou a atacar mais e pressionar o Grêmio. No entanto, o time gaúcho não se abateu e seguiu armando muitos contra-ataques defendidos pelo goleiro Bruno, o jogador do Flamengo mais exigido em campo.

O treinador do Flamengo mexeu novamente no time, substituindo Diego Tardeli por Christian aos 21 minutos. O time ficou mais tático, mas assim como Grêmio falhou bastante na finalização. Logo depois foi a vez do Grêmio fazer mudanças: Soares saiu sendo substituído por Rodrigo Mendes e Jonas entrou no lugar de Roger.

Logo ao entrar em campo Jonas perdeu o eqüilibrio na corrida com Toró e derrubou o flamenguista. Em seguida os dois times fizeram suas últimas substituições. Makelele entrou no lugar de Perea pelo Grêmio e o argentino Maxi substituiu Marcinho na equipe rubro-negra.

Os dois times continuaram atacando, mas a partida terminou empatada em 0 a 0. Na próxima rodada o Flamengo enfrenta o Internacional no Maracanã e o Grêmio recebe o Náutico, que neste domingo venceu o Fluminense por 2 a 0.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais