Jornal: Luxemburgo mira treinar Seleção na Copa 2014

Portal Terra

RIO - De bem com a vida no Palmeiras, onde conquistou seu oitavo título paulista, Vanderlei Luxemburgo planeja alçar vôos mais altos no futuro. Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo desta quinta-feira, o treinador comentou que mira treinar a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2014, que será disputada no próprio País.

- Claro que sim (penso em voltar), mas agora há um técnico trabalhando lá, o Dunga, e torço muito para que ele tenha sucesso na Copa de 2010. Já para 2014, posso ser um postulante ao cargo, se ele estiver vago. Vou ter 61 anos e seria muito interessante dirigir a Seleção em uma Copa no Brasil. É uma idéia - disse o treinador, que já comandou a equipe nacional entre 1998 e 2000.

Luxemburgo ainda comentou a respeito da boa fase na carreira, que acarreta convites diversos de outras equipes.

- É normal. Sondagens e propostas sempre vão acontecer - disse ele, antes de divulgar que recusou uma proposta recente do futebol europeu.

- Acabei de recusar uma oferta de 4 milhões de euros por dois anos. E não fiz isso porque tenho contrato com o Palmeiras, mas porque estou feliz aqui, empolgado com os projetos. Se amanhã não tivermos mais esta compatibilidade de agora, tanto eu como o próprio Palmeiras podemos pagar a multa rescisória e pronto, eu saio. Essa é uma situação prevista em contrato - explicou, segundo O Estado de S.Paulo.

Luxemburgo ainda disse ao jornal que o Palmeiras deve ter mudanças no elenco para a disputa da seqüência do Campeonato Brasileiro e pediu uma melhora no comportamento dentro de campo do meio-campista chileno Valdívia, considerado o craque do atual time alviverde.

- Entre 20 e 30%. Devemos mudar uns seis jogadores - comentou. - Valdivia tem de melhorar o comportamento em campo. É preciso ser mais participativo, menos cricri. E que chame sempre a responsabilidade.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais