Técnico da Ponte quer improvisar e "surpreender" Palmeiras

Portal Terra

SÃO PAULO - Preocupado com a inexperiência e a falta de ritmo do zagueiro Alexandre Black, que ainda não atuou em nenhuma partida no Campeonato Paulista, o técnico Sérgio Guedes deverá improvisar o volante Deda na zaga da Ponte Preta na decisão deste domingo, contra o Palmeiras, em São Paulo, para surpreender o adversário.

O trabalho realizado na manhã deste sábado, no Estádio Moisés Lucarelli, não serviu para acabar com o mistério do treinador ponte-pretano;

-Não gosto disso, mas é importante neste momento porque o objetivo é surpreender o adversário", disse o treinador.

A maior dor de cabeça para o treinador ponte-pretano está na zaga, que não terá os titulares César, lesionado, e Jean, suspenso. João Paulo é nome certo para o setor. A outra vaga está entre Black e Deda, com mais chances para o volante.

Caso Sérgio confirme a escalação de Deda na zaga, uma vaga será aberta no meio-campo ponte-pretano. Neste caso, as opções são o meia Giuliano, que atuou no segundo tempo do primeiro jogo da final, e o atacante Leandro.

A provável Ponte Preta para a final terá: Aranha; Eduardo Arroz, Alexandre Black (Giuliano ou Leandro), João Paulo e Vicente; Deda, Bilica, Ricardo Conceição e Renato; Danilo Neco e Luís Ricardo.