Belo Horizonte vive clima de Copa do Mundo com o judô

JB Online

BELO HORIZONTE - Belo Horizonte será durante cinco dias a capital mundial do judô. As delegações que disputarão a II Brazil Judo World Cup, a etapa brasileira da Copa do Mundo, começaram a chegar em Minas Gerais na manhã desta quinta-feira (1/5). Aproximadamente 250 pessoas envolvidas com os 21 países inscritos estarão na cidade pelos próximos dias, além de outras 380 que trabalharão diretamente na organização da Copa. A II Brazil Judo World Cup tem início neste sábado (3/5) e vai até o dia 5/5 no Chevrolet Hall.

Quem desembarca no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, já sente o clima da competição. Um grupo de promotoras entrega flyers e informações sobre a Copa do Mundo. Além disso, está em exposição o ônibus oficial da Confederação Brasileira de Judô. E a torcida mineira promete fazer a sua parte na grande festa do judô nacional, já que são esperados 6 mil torcedores nos três dias de evento.

-Lutar em casa é especial para todo atleta brasileiro, mas acho que para a gente, que treina em Belo Horizonte e vive na cidade, é ainda mais gostoso. Esta troca com a torcida dá muita força e foi assim que conquistamos resultados tão bons em 2007 , diz Erika Miranda, que treina no Minas Tênis Clube e foi medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro e quinta colocada no Campeonato Mundial 2007.

Para o coordenador técnico da Copa do Mundo, Robnelson Ferreira, o evento já está pronto.

-A dois dias do início das lutas, a Brazil Judo World Cup está praticamente toda definida. Os atletas confirmados já estão inscritos no nosso programa do evento e a expectativa é realizar este ano um torneio com a qualidade técnica e operacional melhor que de 2007. Queremos proporcionar uma experiência competitiva mais satisfatória. Este é o objetivo: fazer o atleta demonstrar todo o potencial - afirma Robnelson.

A II Brazil Judo World Cup é o único torneio do circuito de copas do mundo nas Américas. Em 2008, o evento já bateu recordes de número de países inscritos e profissionais envolvidos na produção.